conecte-se conosco

ALSérie BÚltimas

CRB e CSA fazem último clássico do ano de olho no G4 da Série B

Publicados

em

Separados por cinco pontos, CRB e CSA fazem nesta terça-feira, às 19h15, no Rei Pelé, o último Clássicos das Multidões da temporada, com ambos os clubes ainda sonhando com o acesso à Série A. O alvirrubro, que vem de derrota de virada para o Vitória, está na 13º colocação, com 32 pontos e tem entre .Já o alviazulino chegam embalado por três triunfos consecutivos e soma 37 pontos, apenas três a menos que o Juventude, time que fecha o grupo de acesso, na 4ª colocação.

Volante desfalca o CRB

Na equipe do técnico Ramon Menezes, a principal ausência é a do volante Claudinei, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Com isso, Moacir deve ser acionado. Outra novidade pode aparecer na lateral esquerda, onde Igor que sofreu uma torção no tornozelo na semana passada e não atuou contra o Vitória, pode reaparecer. “A gente está recebendo alguns atletas. Às vezes, eles se conhecem pouco, nunca jogaram juntos. E a conversa, os treinos, o posicionamento ajudam nessa parte. Principalmente no caso do Hyuri e do Anderson Ceará, que chegaram agora e tiveram a oportunidade de estrear”, pontuou o comandante do Galo.

Ausência do artilheiro no CSA

No time comandado pelo técnico Mozart, a grande ausência será a do artilheiro Paulo Sérgio, autor de oito gols na Série B, dois deles que garantiram as vitórias sobre Operário e Ponte Preta, nas duas últimas partidas. O jogador está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. “Sem dúvida ele é importante para nossa equipe, é o nosso homem-gol, o nosso artilheiro. Mas nós tivemos desfalques também em outros jogos. E quem entra sempre vem dando conta do recado”, afirmou o zagueiro e capitão do time Luciano Castan. Por outro lado, o atacante Rodrigo Pimpão que cumpriu suspensão, retorna ao time. Já o meia Andrigo, com dores musculares, é dúvida.

Quinto clássico no ano

Este será o quinto e último clássico entre CRB e CSA na temporada e até agora a vantagem é regatiana. Foram duas vitórias, uma delas na final do Campeonato Alagoano (1 a 0) que rendeu o título e a outra no primeiro turno da Série B (2 a 0), contra apenas uma do Azulão (1 a 0), ocorrida na primeira fase do estadual e um empate (1 a 1), pela primeira fase da Copa do Nordeste. 

Primeiro clássico dos técnicos

Por outro lado, os técnicos Mozart, do CSA, e Ramon Menezes, do CRB, irão estrear em Clássicos das Multidões. No primeiro turno, o CSA ainda tinha como comandante Eduardo Baptista (que foi demitido após a derrota), enquanto o Marcelo Cabo era o técnico do CRB (deixou o clube posteriormente para dirigir o Atlético-GO na Série A).

No comando do CSA, Mozart soma nove vitórias, três empates e três derrotas, um aproveitamento de 66,6%. Já Ramon Menezes acumula apenas quatro jogos à frente do CRB, com duas vitórias e duas derrotas (50% de aproveitamento).

Arbitragem

O clássico alagoano terá o comando na arbitragem de um trio do Rio Grande do Sul. O árbitro será Daniel Nobre Bins, tendo como assistentes Lúcio Beiersdorf Flor e André da Silva Bitencourt.

Fotos: Twitter/CRB e CSA

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados