conecte-se conosco

BABahiaCECearáSérie AÚltimas

Pela Série A, Bahia e Ceará fazem o último clássico entre si na década

Bahia e Ceará farão o quinto e último clássico entre si no ano. (Foto: Divulgação/Ceará)

Publicados

em

Neste sábado, às 19h na Fonte Nova, Bahia e Ceará vão se encontrar pela quinta vez em 2020, num duelo que marcará o último clássico entre as duas equipes na década atual. Jogo que para o cenário atual do Campeonato Brasileiro, onde as equipes estão separadas por um único ponto na tabela, pode dar um fôlego maior na luta para se afastar ainda mais do Z4 da Série A.

Retrospecto

Este será o quinto duelo entre Bahia e Ceará nesta temporada. Foram até então três jogos pela Copa do Nordeste, incluindo as duas partidas da final da competição, além do jogo de ‘ida’ pelo Brasileirão. Invicto contra o rival baiano em 2020, o Vovô soma três vitórias consecutivas e um empate. Já o Bahia, não vence o clássico contra os alvinegros desde novembro de 2018, pela Série A daquele ano.

Aliás, apesar de equilibrado em geral, o retrospecto da década é favorável ao Ceará. Reunindo jogos pelas Séries A e B, e a Copa do Nordeste, o Bahia venceu sete vezes, enquanto o Vovô tem duas vitórias a mais na década, com quatro empates completando os jogos da década.

Ao todo, na história das equipes, foram disputados 72 jogos, sendo 24 triunfos do Bahia e 23 do Ceará, além de 25 empates. Logo, caso os alvinegros vençam o quarto confronto seguido, igualam o número de vitórias no quadro geral, o que nenhum outro clube do G7 do Nordeste detém.

Com ou sem Mano

Para o Bahia, 13º colocado, o jogo é uma oportunidade de pontuar num confronto direto pela tabela, enquanto se prepara para a disputa das quartas de final da Copa Sul-Americana. A Fonte Nova, inclusive, é um dos principais trunfos da equipe, que pode seguir sem o técnico Mano Menezes na área técnica. Fora dos últimos três jogos devido à covid-19, o trinador foi punido no STJD em quatro partidas e aguarda efeito suspensivo na Justiça para voltar ao gramado, enquanto não é julgado no pleno.

Na equipe, Matheus Bahia se recuperou da pancada sofrida na partida contra o Unión e deve seguir na vaga de Juninho Capixaba, ainda afastado pela covid-19. Já Élber não teve a mesma sorte e foi vetado do clássico após uma dura entrada sofrida na Argentina. Entre as dúvidas, Daniel pode perder espaço para Ramon, elogiado na última partida, enquanto Fessin aguarda a volta à titularidade, disputando vaga com Alesson. Ainda além, o meia-atacante colombiano Juan Pablo Ramírez será relacionado pela primeira vez desde que chegou ao clube.

Vozão embalado

Duas posições acima na tabela, na 11ª colocação, o Ceará chega para o clássico embalado com a sequência de quatro jogos invicto, cravada com a goleada por 4 a 1 sobre o Vasco em São Januário. Além disso, o time tem em mãos a possibilidade de subir mais duas posições na tabela, incluindo o rival Fortaleza, 9º colocado.

Para o jogo, Guto Ferreira não contará com o volante Charles, ainda sentindo dores no pé direito. Entretanto, Guto ganha a volta de Fernando Sobral como titular, reforçando o setor de ataque, que deve contar novamente com Léo Chú e Cléber.

Arbitragem

Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistente 1: Leirson Martins (RS)
Assistente 2: Lucio Flor (RS)
4º Árbitro: Ricarle Gonçalves Batista (BA)
Árbitro de Vídeo: Wagner Reway (PB)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados