conecte-se conosco

ALSérie BÚltimas

CSA volta a errar saída de bola, perde e vê Juventude disparar

Assim como na partida com o América-Mg, CSA voltou a errar na saída de bola contra o Juventude. (Foto: Gabriel Tadiotto/ECJuventude)

Publicados

em

No começo do mês, no dia 5, o CSA foi derrotado em casa no Rei Pelé pelo América-MG, quando tomou um gol no começo do jogo, aos 9 minutos, perdendo a saída de bola dentro da própria área de defesa. Desde então, o Azulão juntava duas vitórias e um empate, até voltar a cometer o mesmo erro nesta sexta-feira, diante do Juventude, em um novo confronto direto na briga pelo acesso.

Num jogo equilibrado no primeiro tempo, o CSA acabou derrotado com um gol de erro de saída de jogo na grande área. Até reagiu na segunda etapa, mas não conseguiu furar a defesa gaúcha. Pior, com oito rodadas a cumprir apenas, vê o rival abrir quatro pontos de vantagem e ainda pode ficar mais distante do Cuiabá, que joga em casa com o Operário-PR no complemento da rodada.

Primeiro tempo equilibrado

O primeiro tempo do jogo refletiu bem o cenário que a tabela desenhava para os dois clubes. Quem vencesse teria um bom caminho para entrar ou no mínimo encostar no G4. E nisso o ‘lá e cá’ dava clareza nas chances, com finalizações boas de ambos os lados.

Erro fatal

Mas foi o erro clamoroso da defesa do CSA que definiu o placar na etapa – e em seguida no jogo. Aos 24 minutos, Diego Renan tentou um passe lateral na altura da meia-lua da defesa. E a bola foi roubada, com Roberto empurrando para o gol. A falha mudou o panorama do jogo, com o Juventude mais recuado e apostando nos contra-ataques. Pedro Lucas ainda poderia ter empatado nos acréscimos do 1º tempo, mas Eltinho salvou em cima da linha, numa jogada de escanteio.

Juventude fecha a casinha

No segundo tempo, o Juventude entregou a posse de bola para o CSA, praticamente abrindo mão do controle do jogo, enquanto aguardava um contra-ataque que pudesse de fato liquidar o placar. Cenário que fez o CSA se lançar, não só para garantir um ponto importante, mas para evitar que um rival direto pudesse abrir uma larga vantagem.

O time alagoano esteve a maior parte do tempo com a bola no campo adversário, cercando, tentando penetrar tanto pelas alas, quanto em jogadas trabalhadas pelo meio e em cruzamentos na área. Mas poucas foram as chances, sendo a melhor delas com Gabriel em chute cruzado aos 28′, mas Carné espalmou bem. Derrota pesada para CSA, sobretudo por ser a segunda em cinco jogos com o mesmo tipo de erro cometido.

Trending