conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Últimas vitórias do Sport têm roteiros similares e brilho de Thiago Neves

Ao meia, vem bastando apenas um toque para definir os jogos, fundamentais para manter o Leão fora da degola

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

Nos últimos três meses, o ritmo de pontuação do Sport sofreu uma queda na Série A, com a equipe conseguindo apenas três vitórias no recorte. Os roteiros de cada uma delas, por sua vez, são bem similares: sai na frente, cede a posse ao adversário, se segura e sai vencedor – praticamente uma cartilha da equipe no Brasileirão, pode-se dizer.

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Sport

Sempre pelo placar mínimo, aliás, o que não muda é o autor dos gols, com Thiago Neves fazendo a diferença para o Leão, em lances, inclusive, parecidos, precisando apenas de um toque na bola. Foi assim contra o Athletico Paranaense, Coritiba e, mais recentemente, Fortaleza, todos na Ilha do Retiro.

LEIA: Jair vê com normalidade tempos distintos e exalta vitória do Sport

Na última quarta, diante do time cearense, o Sport começou em cima e marcou o gol cedo, aos 11 minutos. Em jogada pela esquerda, Marquinhos rolou para Thiago Neves, na meia lua, livre, bater de primeira, no canto (assista abaixo). A partir daí, em vantagem, o Leão pouco chegou na frente, mas também quase não sofreu atrás.

Há três rodadas, contra o Coxa, a jogada do gol saiu pela direita, com Patric. Na linha de fundo, o lateral tocou para trás, encontrando Thiago Neves na marca do pênalti, que finalizou de primeira, com o peito do pé, novamente no canto (assista abaixo). Dali em diante, o Sport até teve outras oportunidades na frente, mas faltou precisão, e pouco levou perigo na defesa.

Já no início de novembro, na última partida do primeiro turno, diante do Furacão, jogada quase idêntica ao gol contra o Coritiba, com Patric assistindo Thiago Neves pela direita – a diferença é que, aqui, a bola desviou antes de estufar as redes de Santos (assista abaixo), e foi o jogo desta tríade que o Sport mais sofreu algum perigo atrás, ainda que tenha saído ileso.

Analista do NE45 e comentarista do Podcast 45 Minutos, Fred Figueiroa destacou o poder de decisão do meia. “O investimento em Thiago Neves se justifica porque é o único jogador do Sport que faria aquele gol (diante do Fortaleza), assim como é o único que faria o da vitória contra o Athletico. Só Thiago Neves é capaz de definir esse tipo de jogada”, disse.

“É um jogador que justifica a contratação e é exatamente o que comentamos quando ele foi contratado: é uma ilha de qualidade técnica dentro de um time esforçado, trabalhador, mas muito limitado”, acrescentou Fred Figueiroa. Ouça toda a análise da vitória sobre o Fortaleza abaixo.

Essas três vitórias, aliás, com contribuição efetiva do meia ocorrem em um universo de 15 partidas, onde o Leão teve grave oscilação, e têm sido fundamentais para manter o Sport, ao menos temporariamente, fora da zona de rebaixamento da Série A – a última vez que o time esteve na degola foi na sexta rodada, quando Thiago Neves ainda não tinha nem desembarcado no Recife. Atualmente, o Rubro-negro é 14º, com 32 pontos, quatro acima do 17º, o Vasco.

Com isso, Thiago Neves chegou aos quatro gols pelo Sport (antes, havia marcado na derrota para o Botafogo), além de duas assistências (contra Bahia e Internacional). Principal contratação do clube para a Série A, não tem sido tão assíduo dentro dos jogos, é verdade, mas com um único toque – diferenciado – vem sendo um oásis tecnicamente e decisivo para o Leão. 

Trending