conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Dado exalta postura do Bahia e rasga elogios a Patrick: ‘Não sentiu o jogo’

Avatar

Publicados

em

Um Bahia remendado, com treze desfalques e lutando pela permanência na Série A, contra o Atlético-MG, um dos postulantes do título do Brasileiro, no Mineirão. Porém, em campo, mesmo diante de tantas ausências, o Esquadrão se mostrou aguerrido, comprometido. Esta foi a impressão do técnico do Tricolor de Aço, Dado Cavalcanti, após o empate em 1 a 1 com o Galo, na noite deste sábado.

Em coletiva de imprensa, o comandante, além de exaltar a postura do time frente às adversidades, rasgou elogios ao meia Rodriguinho e, sobretudo, ao jovem Patrick de Lucca, destaque do sub-20 e alçado pelo treinador para reforçar o elenco no duelo contra o Galo, justamente pelas inúmeras baixas.

Com o empate em 1 a 1, o Bahia permanece em 16º lugar, a um ponto do Vasco, que abre o Z4, e pode voltar à zona de rebaixamento caso o time carioca vença o Internacional, neste domingo, em São Januário.

Veja a entrevista coletiva, na íntegra.

Importância de Rodriguinho

“Além da questão técnica, Rodriguinho teve uma importância tática e estratégica pela condição específica do jogo. Ele foi fundamental, nós íamos enfrentar um adversário que ia nos empurrar para o nosso campo ,que ia fazer contenção de circulações da possa de bola e que nós sofreríamos muito na retomada da bola. Ao sair para o contra-ataque nós precisávamos de um auxilio, de uma condição que nos pudesse levar ao contra-ataque.

E Rodriguinho foi esse jogador, além do comportamento sem bola, ele nos trouxe a possibilidade de sair nos contra-ataques. No primeiro tempo ficou muito claro a importância dele em campo, na chegada ao gol adversário, inclusive com umas chances com ele próprio dentro da área, fazendo a primeira fase da construção, saindo da área, como deve ser. Eu encaro como importante demais a presença e a manutenção dele em campo durante toda a partida”

Estreia de Patrick

“Patrick é um menino muito maduro, de ser um jovem, atleta de 20 anos, jogou pela primeira vez no profissional e não sentiu em momento algum, ele se portou de forma muito tranquila, uma baita personalidade, chamando o jogo. Eu atribuí a ele uma função de construção, importantíssima, e ele segurou a onda de forma muito plena. Ele era responsável pelo primeiro passe, a nossa saída, a nossa construção. Infelizmente ele saiu com câimbras, até porque a descarga emocional em um jogo como esses é muito grande, não é nem o aspecto físico, é o mental”.

Postura diferente, apesar dos desfalques

“O Bahia veio a campo com treze desfalques, é um número muito grande, um número comprometedor em vários aspectos. Mas houve engajamento, houve primeiro de tudo uma semana de trabalho de construção de jogar, de marcar diferente, de entender o jogo adversário e em todas as vezes que a gente teve esse tempo para preparar a equipe nós tivemos um excelente rendimento. Nós tivemos aqui um adversário importante dentro de casa, conseguimos empatar e acho que só foram três empates durante todo o campeonato. Então, é um resultado significativo, a semana de trabalho foi boa e o engajamento, o comprometimento desses jogadores que vieram fizeram uma grande diferença”.

Empate com gosto de vitória?

“Olhar a tabela de classificação, as condições técnicas das equipes vai nos fazer acreditar que somamos um ponto importante, saímos muito satisfeitos por esse ponto e é lógico que isso traz um confronto. Mas se pegarmos os lances do jogo, as principais chances criadas e visualizar que nos tivemos muito mais chances de vencer o jogo do que nosso adversário, a gente também lamenta um pouco, mas faz parte”.

Opção por Marcelo e não Marco Antônio

‘Marcelo é rápido. Inclusive, Marcelo é mais rápido que o Marco Antônio em relação a distancias percorridas. Eu precisava do 9, do cara que pudesse contribuir com a bola aérea defensiva, a puxada de contra-ataques, ele sofreu faltas, Rodriguinho poderia colocar ele em uma situação de gol. Essa soma de motivos me fez escolher o Marcelo”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending