conecte-se conosco

CECearáSérie AÚltimas

Messias considera pressão exagerada e ressalta união do elenco do Ceará

Foto: Wilton Hoots/Ceará SC

Publicados

em

O Ceará vive um momento ruim na temporada e não vence desde o final de maio, quando ganhou para o Grêmio por 3×2, pela Série A. O jejum chegou ao quinto jogo com a derrota para o Bahia por 2×1, nesta quinta-feira (17), no Castelão. Um resultado que ampliou a pressão no clube, apesar de o zagueiro Messias considerar injustas e exageradas as cobranças ao elenco.

“Perder é ruim, mas o Bahia não tem nada a ver com isso. Encaro o Bahia como qualquer outro adversário. Não entendo como vocês de fora botam uma pressão tão grande na quarta rodada. Se a gente estivesse mal, como muitos falam, não tínhamos chegado em todas as finais e teríamos brigado pela classificação na Sul-Americana. Estão colocando uma pressão além do normal. A nossa equipe está acostumada com cobrança, mas a cobrança justa. Injusta a gente não absorve. Entra por um ouvido e sai pelo outro”, afirmou o zagueiro em entrevista ao TNT Sports.

Messias também negou que o elenco do Ceará esteja passando por problemas internos. O defensor ressaltou que o grupo está fechado e que fará um bom Campeonato Brasileiro da Série A. 

“Não faltou entrega. É questão de detalhes para as vitórias acontecerem. Não existe pressão. Isso está vindo de fora e não nos afeta. O torcedor tem direito de cobrar, estamos acostumados com vitórias e perder não é normal. Mas existe muita cobrança injusta. Nosso time está focado. Falam em grupo rachado, mas que grupo rachado chega em todas as finais? Estamos fechados e o torcedor pode esperar que vamos fazer um grande campeonato”, concluiu.
Ouça a partir do minuto 85′:

Trending