conecte-se conosco

BACopa do BrasilÚltimas

Juazeirense consegue vitória histórica sobre o Santos, mas é eliminada da Copa do Brasil

Reprodução/Santos FC

Publicados

em

A eliminação da Juazeirense na oitavas de final da Copa do Brasil com certeza não era o que esperavam os torcedores do time que já eliminou Sport, Volta Redonda e Cruzeiro no torneio. No entanto, isso não significa que o Cancão de Fogo saiu de campo sem conseguir mais um feito histórico.

Contra o Santos, o time de Juazeiro levou a vitória por 2 a 0, no Adauto Morais, e mostrou que estava vivo no confronto, mesmo após perder o jogo de ida por 4 a 0. Com gols de Ian Augusto e Thauan, o time de Carlos Rabello encerrou de cabeça erguida a sua participação histórica no torneio.

Como fica?

Agora, o Santos segue para a disputa das quartas de final da Copa do Brasil e espera sorteio para a definição do adversário. Enquanto isso, a Juazeirense foca só na Série D e seu próximo compromisso nacional é às 16h deste domingo, em casa, contra o Retrô. Para o Santos, o próximo compromisso é no mesmo horário, também em casa, contra o Corinthians na Série A.

Surpresa baiana

Com uma classificação muito adiantada pelo 4 a 0 aplicado em casa, o Santos se deu ao direito de poupar jogadores. Ainda assim, os paulistas eram quem propunha o jogo. O Alvinegro conseguiu começar o jogo levando pressão e mantendo a posse de bola. Isso, porém, só durou os primeiros minutos.

A partir dos 15, os baianos começaram a encaixar suas jogadas a partir dos constantes erros do time do Santos, impulsionados, também, pela condição do gramado. Mesmo sem conseguir um grande número de finalizações, a Juazeirense gerava pressão ofensiva e sofria poucos riscos, tanto que o primeiro chute certo do Santos só veio aos 31 minutos, quando a Juazeirense já ganhava por 2 a 0.

O primeiro veio aos 24 minutos, com Ian Augusto, subindo mais alto que Felipe Jonatan para cabecear a bola cruzada por Daniel Nazaré. Três minutos depois, saiu o segundo. Em outro cruzamento, dessa vez de Patrik, quem subiu livre para cabecear para o gol foi Thauan. Atrás no placar, o Santos recuperou o meio de campo e voltou ao ataque, mas sem conseguir converter isso em lances de perigo real.

Segundo tempo

Após o intervalo, o jogo voltou em outro ritmo. Mais travado e com muitas faltas, as chances de gol, que já eram poucas, ficaram ainda mais escassas. Com um Santos que não conseguia organizar seu jogo nas condições oferecidas e uma Juazeirense sem o mesmo fôlego da etapa inicial. A pressão ofensiva seguia pendendo mais para o lado baiano, enquanto os paulistas tentavam controlar o jogo para evitar maiores riscos.

Até o fim da partida, essa pegada se manteve, com uma Juazeirense bem mais disposta ao jogo, mas penando pelo desgaste e pelas próprias limitações, o que impediu que o time conseguisse ampliar a vitória histórica e buscar a classificação às quartas.

Ficha do jogo

Juazeirense 2
Rodrigo Calaça; Guilherme Lucena (Nino Guerreiro), Jamerson (Júnior Timbó), Wendell e Daniel Nazaré; Ian Augusto, Wagninho, Patrik, Sapé (Tony Galego) e Kesley (Waldir); Thauan. Técnico: Carlos Rabello.

Santos 0
João Paulo; Pará, Vinícius Balieiro (Carlos Sánchez), Wagner Leonardo e Felipe Jonatan; Ivonei, Gabriel Pirani (Marcos Guilherme) e Vinicius Zanocelo (Kaiky); Ângelo (Jean Mota), Bruno Marques (Lucas Braga) e Marcos Leonardo. Técnico: Fernando Diniz.

Local do jogo: Adauto Moraes, em Juazeiro-BA
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Gols: Ian Augusto (24’/1ºT), Thauan (27’/1ºT)
Cartões amarelos: Patrik, Thauan, Jamerson, Júnior Timbó, Waguinho, Waldir (JUA) Vinícius Zanocelo, Marcos Leonardo e Kaiky (SAN)

Trending