conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Sport abusa de erros, perde para o América-MG e afunda no Z4 do Brasileirão

Anderson Stevens/Sport Recife

Publicados

em

O Sport está em situação delicadíssima no Brasileirão. Contra o América-MG, o clube abusou do desespero e das falhas defensivas e teve sua primeira derrota em casa depois do retorno da torcida. Agora, o time se vê a seis pontos da saída do Z4. Em campo, vitória do Coelho por 3 a 2, com gols de Alê, Ademir e Juninho Valoura para os mineiros e Mikael e Zé Welison para os pernambucanos.

O Sport ainda jogou com um a menos em quase todo o jogo, uma vez que Gustavo, sua principal peça de armação, foi expulso do jogo ainda no primeiro tempo, deixando ainda maiores as já grandes dificuldades que o rubro-negro tinha em campo. Pecando na defesa, seu ponto mais forte no campeonato, o time falhou na marcação em dois dos gols mineiros e contou com um erro grave de Maílson em outro.

Com isso, o Rubro-Negro fira em uma situação muito complicada para tentar escapar do rebaixamento à Série B, precisando buscar uma série de bons resultados dentro e fora de casa nos seis jogos que lhe restam no campeonato.

Como fica?

Com a derrota, o Sport se complica muito no Brasileirão, parando nos 30 pontos, na 18ª posição, seis pontos atrás do Bahia, primeiro time fora do Z4, com dois jogos a menos. O América é 10º, com 41. Agora, o Leão volta a campo às 19h do domingo, no clássico nordestino contra o Ceará, no Castelão. Para o Coelho, o próximo jogo é às 18h30 do sábado, recebendo o Grêmio em BH.

América sai na frente e força Sport ao erro

Sport e América-MG entraram em campo com propostas parecidas, tentando fazer um jogo de no campo ofensivo. Na prática, isso só deu certo para o lado mineiro. Sem conseguir ter a mesma força do adversário, o Leão sofria para furar a defesa verde e acabava cedendo espaços para contra-ataques.

Assim, o primeiro gol veio aos 16, quando Felipe Azevedo cruzou para Alê receber livre na área, na frente de Sander, e cabecear para o gol. Dali em diante, o jogo ficou confortável para o Coelho, que pôde dar espaço para o Sport e trabalhar para as jogadas de velocidade, nas quais a defesa rubro-negra se atrapalhava.

Se a situação era ruim para os recifenses, ficaria pior aos 24, quando o meia Gustavo, sua principal peça de armação, cometeu uma falta dura sobre o atacante Felipe Azevedo e foi expulso, deixando o time com um a menos em campo. Isso tudo gerou um clima de desespero que impediu que o Leão conseguisse transformar o ímpeto ofensivo em chance de gol.

Leão busca empate, mas sofre gols nas falhas

Depois do intervalo, o Sport manteve a mesma pegada de controle ofensivo, mas, dessa vez, com mais intensidade e menos desespero. Com isso, Mikael quase abriu o placar logo no primeiro minuto. Mas, jogando no ataque, o time voltou a ceder espaços para o América, que encontrou o segundo gol.

Aos sete minutos, em grande falha da defesa, o goleiro Cavichioli lançou direto para Ademir receber entre os zagueiros e bater para o gol livre, uma vez que Maílson estava deslocado fora da área, tentando voltar.

Seguindo no ataque, o Leão descontou aos 20, com Mikael aproveitando a sobra do zagueiro para bater para o fundo das redes. Dez minutos depois, veio o empate, com Zé Welison, acertando cobrança rasteira em uma falta frontal. O que parecia uma retomada, porém, duraria pouco.

Pressionado pelos dois pontos “desperdiçados” com um a mais em campo, o América voltou ao ataque e, rapidamente retomou o poderio ofensivo. Assim, aos 37, o Sport voltou a falhar na defesa e deixou Juninho Valoura sozinho na área para cabecear o cruzamento de Patric para o gol de Maílson, que não conseguiu defender. Depois, os mandantes ainda tentariam chegar ao ataque, mas já era tarde para evitar a derrota.

Ficha do jogo

Sport (2)
Maílson; Ewerthon (Santiago Tréllez), Rafael Thyere, Sabino e Sander; Marcão Silva, Zé Welison e Hernanes (Betinho); Gustavo, Paulinho Moccelin (Everton Felipe) e Mikael. Técnico: Gustavo Florentín.

América Mineiro (3)
Matheus Cavichioli; Patric, Ricardo Silva, Eduardo Bauermann e Marlon Lopes (João Paulo); Lucas Kal (Zé Ricardo), Juninho e Alê (Juninho Valoura); Ademir, Felipe Azevedo (Rodolfo) e Mauro Zárate. Técnico: Marquinhos Santos.

Local do jogo: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata-PE
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Gol: Alê (16’/1º T | AME), Ademir (7’/2ºT | AME), Mikael (20’/2ºT | SPO), Zé Welison (30’/2ºT | SPO), Juninho Valoura (37/2ºT | AME)
Cartão vermelho: Gustavo (SPO)
Cartões amarelos: Santiago Téllez, Marcão Silva (SPO), Lucas Kal, Alê e Juninho Valoura (AMG)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending