conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Com Fonte Nova lotada, Bahia bate o Grêmio e deixa o Z4 do Brasileirão

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia

Publicados

em

Em confronto direto na luta contra o rebaixamento, o Bahia foi melhor e venceu o Grêmio por 3 a 1, na noite desta sexta-feira, pela 36ª rodada da Série A. Vantagem, diga-se, já construída na primeira etapa, quando Matheus Bahia, aos 12 minutos, e Raí, aos 17, abriram a vantagem para o Esquadrão. Na etapa complementar, o time gaúcho diminuiu com Thiago Santos, mas o Tricolor de Aço, no fim, ampliou com Daniel.

Resultado importantíssimo que permite ao Bahia deixar o Z4 do Brasileirão, com 40 pontos conquistados e a quatro de distância do rival desta sexta-feira. Na próxima rodada, o Esquadrão, novamente em casa, pega o Fluminense, no domingo (5), às 16h.

Após início morno, Bahia desperta e abre vantagem sobre o Grêmio

De um início morno à postura quase avassaladora no primeiro tempo, o Bahia se impôs e construiu uma boa vantagem diante do Grêmio na Fonte Nova. Depois do rival até equilibrar-se defensivamente, passando a ocupar também espaços e brechas no ataque, o Esquadrão, com Matheus Bahia, abriu o placar. Rodriguinho lançou na entrada da grande área, mas a defesa do Grêmio não cortou. O lateral esquerdo bateu forte, cruzado, para colocar o Bahia na frente. Em cima do tricolor gaúcho, que nada fazia em campo, não demorou para o Bahia ampliar. Desta vez, em falha grotesca de Geromel, capitão do time. O zagueiro recuou mal e Raí aproveitou para tirar de Gabriel Chapecó e fazer o 2 a 0 para os nordestinos. Somente no final do primeiro tempo que o Grêmio, de fato, assustou o gol de Danilo Fernandes – que, diga-se, mesmo assim, fez uma grande defesa. Alisson tabelou com Borja e o atacante mandou uma bomba para o arqueiro do Bahia salvar.

Grêmio volta em cima, diminui, mas o Bahia é mais eficaz e novamente marca

Diferentemente do primeiro tempo, quando inibiu o apetite do Grêmio, sem dar brechas ao rival, o Bahia afrouxou a marcação e os adversários, em cima, aproveitaram. A primeira oportunidade aconteceu logo cedo, em grande chance desperdiçada por Borja, que finalizou muito mal para Danilo Fernandes pegar. Após o susto, o Bahia voltou ao jogo, ainda que atuando bem aberto, e criou com Rossi e Gilberto, mas sem tanta pontaria na hora do chute. Sem efetividade, o Grêmio aproveitou e diminuiu o placar com Thiago Santos, continuou tentando, mas foi o Esquadrão quem, logo em seguida, esteve mais próximo de ampliar o marcador. Primeiro, em cabeçada de Gilberto, e depois com Raí Nascimento, que até chegou a marcar, mas estava em impedimento. No fim, em grande lance de Rodallega, veio, enfim, o terceiro gol do time baiano. O centroavante, minutos depois de substituir Gilberto, fez bela jogada na direita e acionou Daniel, que avançou, sozinho, para decretar o triunfo tricolor na Fonte Nova.

Bahia 3

Danilo Fernandes, Nino Paraíba, Conti, Gustavo Henrique e Matheus Bahia; Patrick de Lucca, Lucas Mugni e Rodriguinho (Daniel); Rossi (Ronaldo César), Gilberto (Rodallega) e Raí (Raniele). Técnico: Guto Ferreira.

Grêmio 1

Gabriel Chapecó, Vanderson (Rafinha), Geromel, Kannemann (Diego Souza) e Cortez; Thiago Santos, Victor Bobsin e Vilasanti (Jean Pyerre); Alisson (Douglas Costa), Ferreira e Borja. Técnico: Mancini.

Local: Fonte Nova
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Emerson Ricardo de Almeida Andrade e Daniel do Espirito Santo Parro
Gols: Matheus Bahia, do Bahia, aos 12′ do 1T; Raí, do Bahia, aos 17′ do 1T; Thiago Santos, do Grêmio, aos 15′ do 2T; Daniel, do Bahia, aos 39′ do 2T
Cartões amarelos: Nino Paraíba (B), Rodriguinho (B), Lucas Mugni (B), Vanderson (G), Cortez (G), Kannemann (G),

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending