conecte-se conosco
Jordan Jordan

PESanta Cruz

Troca de empresários influenciou na ida de Jordan para o Brusque: “Facada nas costas”

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

Jordan, no papel, já não é mais jogador do Santa Cruz. Como antecipado pelo NE45 na manhã desta terça-feira, o goleiro, que estava praticamente acertado com o Atlético-GO, recebeu uma investida do Brusque, que atravessou a negociação e acertou com o jogador. O contrato do arqueiro de 22 anos com o Quadricolor será de dois anos e o Santa Cruz ficará com 30% dos seus direitos econômicos.

Os bastidores da negociação, porém, não dizem tão somente respeito ao “chapéu” dado pelo time catarinense no Dragão, que formalizou proposta pelo jogador (Veja contrato abaixo). Mas também em uma tentativa de aliciamento.

Isso porque, de acordo com declaração de Dalton Sakai, então representante de Jordan, o goleiro estava previamente agenciado por outro empresário: Marcos Braz. E foi este novo representante quem “fez milhões de promessas” ao atleta, mesmo estando em contrato vigente com sua empresa, a Sakai Sports, até o dia 13 de fevereiro de 2022.

“Jordan assinou com outro empresário, que trouxe essa proposta a ele com milhões de promessas, mesmo estando com contrato vigente com a minha empresa, mas agora vou acionar a justiça contra ele e contra a empresa que fica aliciando jogadores. Estou trabalhando com ele há quatro anos, trabalhando para desenvolver sua carreira e tudo foi sendo conquistado passo a passo, com muito suor e sacrifício. Foi uma facada nas costas. Jordan se perdeu”, disse Dalton.

Procurado pela reportagem do NE45, Marcos Braz, que representa a SEG Sports, se resumiu a dizer que resolveria o imbróglio com Dalton, esclarecendo que antes de iniciar o projeto com Jordan, já havia falado com ele sobre o assunto. “Isso sobre o Dalton vamos resolver com ele. Inclusive antes de iniciar o projeto com o Jordan já havíamos falado isso com ele”, explicou, brevemente. Questionado pelo blog sobre quando o contrato com o atleta foi firmado, Marcos não respondeu.

A destacar que, na negociação, Jordan já poderia fechar com qualquer outra equipe, assinando pré-contrato, uma vez que seu vínculo com o Santa Cruz encerra em maio deste ano. No Arruda, o jogador ganhou a titularidade de forma absoluta e esteve em campo em 36 das 40 partidas do clube na temporada.

Trending