conecte-se conosco

PESportÚltimas

Sport inicia semana com missão de preparar time sem joias e deve improvisar no ataque

Opções são maiores no meio; na frente, reforço ainda não está em forma

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

Após a vitória contra o Náutico, o técnico Gustavo Florentín inicia a semana em busca de preparar o Sport sem os dois principais jogadores: Gustavo e Mikael. Negociados, eles deixam lacunas na equipe, seja pela qualidade diferenciada ou até mesmo pela falta de alternativas atualmente no elenco – caso da referência do ataque, onde deve haver improviso.

LEIA: Sport x Sousa tem data alterada pelo Nordestão; Leão faz três jogos em seis dias

Na armação, o leque de opções é maior. Inclusive, por conta da Covid-19, Gustavo não foi acionado como titular nos dois primeiros jogos e Florentín já armou o time sem ele. Diante do CRB, a opção foi por Denner, enquanto contra o Sete de Setembro a alternativa foi por Everton Felipe – mesmo caso do clássico do último sábado.

Além deles, outras peças para a função são Alanzinho – que também pode atuar aberto e é como vem sendo utilizado até aqui – e o prata da casa Adryan, que ainda não foi acionado pelo técnico paraguaio.

Diante do Retrô nesta quarta-feira, no entanto, a tendência é que Everton Felipe seja mantido na função – apesar de oscilar no clássico, participou efetivamente da jogada de dois gols, além de que Denner está afastado das atividades por Covid-19.

“No caso de Gustavo, temos ferramentas e jogadores que podem fazer o trabalho que ele vinha realizando. Inclusive, pode ser contratado um jogador para esse posto. Não descartamos essa possibilidade”, disse Florentín.

Referência

Suprir Mikael, por sua vez, é mais difícil. Única opção no elenco para o setor atualmente é o recente reforço Javier Parraguez, que sequer foi oficializado e ainda adquire um melhor condicionamento.

Alternativa da base, Flávio ainda não foi relacionado para nenhum jogo este ano. Desta forma, a tendência é que treinador paraguaio improvise algum jogador do lado do ataque na função contra o Retrô – atualmente, os jogadores com características que se encaixariam para isso seriam Ray Vanegas e Jaderson.

“No caso do centroavante, estávamos trabalhando e a diretoria fez o negócio. Não é fácil. Precisamos de um centroavante. Parraguez vai levar alguns dias para ficar em forma e precisamos de outro atleta. Já falei com a diretoria e temos que conseguir. Gostaria que essa semana já tivéssemos para trabalhar conosco”, finalizou o técnico.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados