conecte-se conosco

PESportÚltimas

Técnico indica dificuldades do Sport em início de ano, mas admite: ‘Muito trabalho a fazer’

Florentín diz que time é novo e precisa de treino, mas jogadores têm se conhecido nos jogos

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

O Sport conquistou um bom resultado ao empatar com o Ceará, na última terça-feira, no estádio Castelão, pela quinta rodada da Copa do Nordeste. Mas o desempenho do time deixou a desejar: dominado, precisou contar com Mailson em grande noite para manter o placar zerado. Depois da partida, o rendimento da equipe na temporada voltou a ser assunto para o técnico Gustavo Florentín em entrevista coletiva.

LEIA: Ceará domina Sport, mas perde chances, Maílson brilha, e clássico termina empatado no Castelão

De início, o treinador reconheceu que ‘tem muito trabalho a ser feito’ e indicou dificuldades enfrentadas até aqui, como jogadores ainda fora da forma física ideal, além do calendário estrangulado neste início de no que praticamente não dá tempo para treinamento – algo importante para o Sport que perdeu todo o meio e o ataque do ano passado e precisa recuperar o conjunto. 

Nos últimos dez dias, aliás, o Rubro-negro disputou cinco partidas. Ao todo, em 2022, são nove jogos em 24, depois de apenas 17 dias de pré-temporada. Durante esse tempo, houve 16 casos de Covid-19 no elenco e reforços que chegaram precisando adquirir o melhor condicionamento – casos de Blas Cáceres, William Oliveira, Pedro Naressi (se machucou), além dos atacantes Javier Parraguez e Rodrigão.

“Tem muito trabalho a ser feito. Eu já expliquei várias vezes, porque é uma equipe nova e uma equipe nova precisa que os jogadores se conheçam, precisam de várias sessões de treinamentos para que eles possam ter conhecimento de cada um. E nós estamos nos conhecendo nos jogos. Essa é a verdade”, disse Florentín.

“Também aproveito para explicar novamente que estamos tratando de equilibrar tudo referente aos jogos, referente a carga do trabalho, porque houve jogadores com Covid-19 e alguns estão tendo dificuldades para se recuperar. Tivemos jogadores com problemas físicos e alguns estão com dificuldades para poder estar em forma”, acrescentou. 

Com vários jogos em um curto espaço de tempo e necessidade de rodar o time ao passo que insere novos jogadores, Florentín promoveu um rodízio no Sport nas últimas partidas. Mas indicou que o Rubro-negro deve ter uma cara daqui para frente.

“Estamos tratando de buscar a equipe ideal e, a partir de agora, do que foi a partida de hoje, estamos tratando de colocar uma equipe que eu gostaria. Hoje foi claro que existem coisas para melhorar e coisas para destacar, como a defesa quanto ao espírito da equipe”, finalizou.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados