conecte-se conosco
Robinho, do Náutico Robinho, do Náutico

Copa do BrasilNáuticoPEÚltimas

Vexame: apático, Náutico é eliminado pelo Tocantinópolis na Copa do Brasil

Foto: Johann Bastos/Náutico

Publicados

em

O Náutico fez uma partida muito apática, sem poder de reação, e acabou eliminado na primeira fase da Copa do Brasil para o Tocantinópolis-TO, ao ser derrotado por 1 a 0. O gol da partida foi marcado por Raí, que passou pelo Timbu em 2014. Um vexame para o Alvirrubro em um momento conturbado que vem passando nas últimas semanas. Além de que, por não ter passado de fase, deixou de ganhar R$ 750 mil da cota da segunda fase do torneio.

Agora o Náutico retorna as suas atenções para o Campeonato Pernambucano, onde encara o Afogados no próximo domingo (27). A partida acontecerá no estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira, às 19h. Confira também a análise no Blog de Cassio Zirpoli.

O jogo

O primeiro tempo começou bastante moroso, sem nenhuma das duas equipes chegar com maior eficácia perto da meta. Porém, na primeira grande chance, o gol veio. Aos 17 minutos, Raí, lateral-esquerdo e meia que passou pelo Náutico em 2014, cobrou falta e a bola contou com desvio na barreira para ir ao fundo das redes.

O Timbu começou a se impor mais e teve duas chances próximas uma da outra. Aos 30, Robinho perdeu uma grande oportunidade dentro da área após receber passe de Juninho Carpina. O atacante bateu mas o goleiro fez bela defesa para salvar. Aos 31, em saída de jogo errada, Carpina chutou da entrada da área e Jefferson salvou novamente.

Náutico vai para o desespero, mas não evita vexame

Na segunda etapa, o Náutico se expôs mais e foi em busca do resultado. Aos dois minutos, Juninho Carpina tentou de bicicleta, mas mandou para fora. Aos três, resposta do Tocantinópolis-TO. Everson Bilau recebeu dentro da área e bateu para grande defesa de Lucas Perri. Carpina, melhor do Alvirrubro em campo, arriscou novamente aos oito, mas parou em nova defesa do goleiro.

Na reta final, partindo para o abafa, o Alvirrubro não conseguiu construir jogadas com qualidade. Aos 40, Jean Carlos recebeu a bola na marca do pênalti e pegou muito mal, mandando para fora. Para piorar a situação, aos 42, Camutanga foi expulso após falta em Everson Bilau. Com um a menos, na base do desespero, não deu para o Náutico. Um vexame fora de casa, perdendo uma importante fonte de receita para a temporada toda. Timbu eliminado da Copa do Brasil.

Ficha do jogo

Tocantinópolis-TO (1)

Jefferson; Marcinho, Wanderson, Betão e Chico Bala; Pedro Dias, Tiago Bagagem (Bideli), Raí (Azul) e Alan Maia; Jheimy e Everson Bilau (Dedé). Técnico: Jairo Nascimento.

Náutico (0)

Lucas Perri; Hereda, Carlão, Camutanga e Júnior Tavares (Luan); Richard Franco (Djavan), Rhaldney (Leandro Carvalho), Juninho Carpina e Jean Carlos; Ewandro (Pedro Vitor) e Robinho. Técnico: Felipe Conceição.

Local: Estádio Ribeirão, em Tocantinópolis-TO.

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias e Helcio Araujo Neves (ambos PA).

Gol: Raí, aos 18′ do 1ºT (TOC).

Cartões amarelos: Pedro Dias, Marcinho e Everson Bilal (TOC); Richard Franco, Camutanga e Jean Carlos (NAU).

Cartão vermelho: Camutanga (NAU).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending