conecte-se conosco
Rômulo, atacante do Globo, marca gol na vitória sobre o Internacional na Copa do Brasil Rômulo, atacante do Globo, marca gol na vitória sobre o Internacional na Copa do Brasil

Copa do BrasilRNÚltimas

Histórico: Globo anula Internacional, vence por 2 a 0 e avança à 2ª fase da Copa do Brasil

Reprodução/SporTV

Publicados

em

O Globo fez história na Copa do Brasil nesta quinta-feira. Contra o poderoso Internacional, campeão do torneio em 1992, o time do Rio Grande do Norte chegou com uma proposta defensiva, conseguiu fechar os espaços dos gaúchos e saiu de campo com uma vitória por 2 a 0, com gols de Fernando Ceará, em uma grande falha do goleiro Daniel; e Rômulo, matando o jogo nos minutos finais.

Atual campeão potiguar, o Globo está em sua quinta participação na Copa do Brasil, mas, pela primeira vez consegue avançar à segunda fase do torneio nacional. Antes, o clube tinha tido eliminações para América-RN, Bahia, Fluminense e Vitória. Com o avanço, o clube garante mais R$ 750 mil na conta, além, claro, do direito de seguir na disputa da competição.

Como fica?

Depois de garantir a classificação, o Globo segue na disputa da Copa do Brasil e, na segunda fase, vai receber o Brasiliense, em data a ser definida pela CBF.

Agora, o Globo volta o foco para a Copa do Nordeste. No Regional, o time entra em campo às 18h30 deste domingo, visitando o Sousa-PB. Para o Colorado, o próximo compromisso é válido pelo Campeonato Gaúcho. às 18h15 do domingo, o time recebe o Aimoré.

Inter não cria, Globo leva perigo no contra-ataque

Desde o início do jogo, o Inter tomou o controle da posse de bola e tentou construir seu futebol a partir de um domínio ofensivo. Na prática, não foi bem isso que aconteceu. Com uma marcação bem fechada e uma boa mobilidade quando recuperava a bola, o Globo dificultou a criação do lento time gaúcho, que não conseguia acertar a sua saída de bola.

Assim, os potiguares tinham mais força para contra-atacar e buscar seus ataques. Tanto é que o Internacional só deu sua primeira finalização aos 37, quando Moisés mandou uma bomba de fora da área, parando em espalmada de André Zuba. Ao fim, o scout de finalizações do primeiro tempo ficou em 2×2.

Globo sai na frente e Internacional cai no desespero

Depois do intervalo, o Inter tentou elevar seu ritmo, mas seguiu sendo um time lento e perdido em campo. Com isso, o Globo seguiu em sua estratégia, fechando os espaços atrás e buscando uma oportunidade na frente – e ela chegou. Aos 9, Fernando Ceará cobrou uma falta frontal por baixo da barreira. Daniel foi inteiro na bola e tinha uma defesa fácil, mas deixou a bola passar por entre seus braços e morrer no fundo do gol, em um frangaço.

Atrás do placar, o Internacional mexeu no time e colocou jogadores com maior potencial de criação e mobilidade, em uma busca em vão para melhorar sua movimentação e encontrar espaços na defesa adversária. O Globo, por sua vez, passou a picotar e atrasar o jogo, aumentando o nervosismo colorado.

Na prática, os sulistas só conseguiram apresentar um futebol de desespero, tanto que a primeira finalização gaúcha no segundo tempo veio ais 32, com Edenílson isolando uma falta frontal. Para o lado potiguar, os potente contra-ataques seguiam levando muito perigo e assuntando a meta adversária. Assim, aos 42, Rômulo disparou sozinho no campo de ataque e bateu na saída de Daniel para matar o jogo e fazer a festa do Globo.

Ficha do jogo

Globo (2)
André Zuba; Alessandro Maranhão, Mael, Eduardo Bahia e Fernando Ceará; Hitalo, Ramon, Nino Mipibu (Adílio), Hiltinho (Victor Souza) e Anderson; Rômulo. Técnico: Jaelson Marcelino.

Internacional (0)
Daniel; Fabricio Bustos, Bruno Méndez (Kaíque Rocha), Víctor Cuesta e Moisés; Gabriel (Caio Vidal), Johnny (Rodrigo Dourado), Edenílson e Maurício (Andrés D’Alessandro); Wesley Moraes e David. Técnico: Alexander Medina.

Local do jogo: Estádio Barretão, em Ceará-Mirim-RN
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Rondinelle dos Santos Tavares (AL) e Wagner Jose da Silva (AL)
Gol: Fernando Ceará (9’/2ºT | GLO), Rômulo (43’/2º T | GLO)
Cartões amarelos: André Zuba, Nino, Hiltinho, Mizael (GLO), Bruno Méndez, Wesley Moraes, Kaíque Rocha e Víctor Cuesta (INT)

Trending