conecte-se conosco

NáuticoPEPernambucanoSanta CruzSportÚltimas

PM anuncia suspensão da medida que proíbe rádios de pilha nos estádios de Pernambuco

Tenente-Coronel da corporação fez posicionamento nesta manhã; veja

Foto: Tiago Caldas/ CNC

Publicados

em

A entrada dos tradicionais rádios de pilha nos estádios de futebol em Pernambuco estão novamente permitidos.

Um dia depois de a Polícia Militar (PM) informar a proibição do acessório como forma ‘preventiva de segurança’, o Tenente-Coronel Luiz Cláudio Britto anunciou, nesta segunda-feira, em entrevista à Geraldo Freire, da Rádio Jornal, que a medida foi revogada.

Ainda de acordo com ele, a Polícia Militar vai analisar melhor como proceder em relação aos rádios de pilhas nas praças esportivas. Outros acessórios, como apitos, baterias, instrumentos musicais e porta-bandeiras seguem impedidos de ser levado aos estádios.

“Essa medida restritiva, com relação ao rádio, foi suspensa. Ela será melhor estudada. A corporação vai melhor avaliar e tratar disso com o grupo de trabalho de futebol”, explicou Luiz Cláudio Britto.

Na última quinta, após o anúncio que o acessório foi proibido, uma avalanche de críticas acerca da medida tomou conta das redes sociais. O Tenente-Coronel também aproveitou para explicar como a corporação age.

“Existe vários motivos para que a Polícia Militar possa adotar providências a luz da constituição federal. Não só a preservação da ordem pública, como a integridade física do cidadão. Então quando ela pensa em algo, pensa visando com que o cidadão tenha o direito de ir e vir em segurança”, disse.

“Muitos objetos foram listados, desde a Copa das Confederações e Copa do Mundo, por orientação da Fifa, então protocolo internacional, que não seria possível adentrar os estádios, exatamente por esse motivo, para que não pudesse ser arremessado, atingir alguém e causar uma lesão federal. Do guarda-chuva a bolsas, mochilas, capacete e etc. Isso já está pacífico na sociedade”, concluiu.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending