conecte-se conosco
Bahia é derrotado pela Chapecoense na Fonte Nova e perde a primeira em casa na Série B Bahia é derrotado pela Chapecoense na Fonte Nova e perde a primeira em casa na Série B

BABahiaSérie BÚltimas

Bahia é derrotado pela Chapecoense na Fonte Nova e perde a primeira em casa na Série B

Foto: San Junior / Divulgação EC Bahia

Publicados

em

O Bahia finalizou muito, mas não foi o suficiente para evitar a derrota por 1 a 0 para a Chapecoense, na noite desta terça-feira, na Fonte Nova, em duelo pela 13ª rodada da Série B. O gol da vitória dos visitantes foi marcado pelo atacante Chrystian, logo aos 3 minutos do 1º tempo.

O revés sofrido ante a Chapecoense impõe ao Tricolor a sua primeira derrota como mandante na Série B. Até então, a equipe de Guto Ferreira tinha 100% de aproveitamento dentro de casa na Segunda Divisão, mas isso foi interrompido.

Com o resultado, o Bahia permanece com 25 pontos e desperdiça a chance de chegar nos 28 do líder Cruzeiro, que ainda joga na rodada. O Tricolor de Aço, que é o vice-líder, pode perder a posição caso o Vasco vença o Operário no sábado (18).

Bahia é derrotado pela Chapecoense na Fonte Nova e perde a primeira em casa na Série B
Foto: San Junior / Divulgação EC Bahia

Qual o próximo jogo do Bahia na Série B?

O Bahia volta a campo pela Série B no dia 25 de junho, ante o Novorizontino, em duelo que será novamente na Fonte Nova. Antes disso, no entanto, o Tricolor de Aço tem um compromisso na Copa do Brasil, diante do Athletico Paranense, dia 22.

Primeiro tempo

O Bahia teve a primeira chegada, inclusive com um escanteio no primeiro minuto, mas foi a Chapecoense que abriu o placar. Logo aos 3, Tiago Real cruzou para Chrystian, que se antecipou e cabeceou para o fundo das redes.

3 minutos depois, no entanto, a Chape ficou com um homem a menos. Perotti fez falta dura em Ignácio e foi expulso. Inicialmente, o árbitro deu amarelo, mas após a revisão no árbitro de vídeo (VAR) deu vermelho para o atacante.

Com um a mais, o Bahia, em desvantagem, tomou conta ainda mais do jogo. Tendo mais a posse de bola, o Esquadrão se mandou para o ataque, porém teve muitas dificuldades para furar o bloqueio da Chapecoense.

As melhores oportunidades criadas pelo Esquadrão foram em eventuais jogadas individuais, sobretudo com Rildo, e também na bola aérea – algo em que o time abusou. Em um desses cruzamentos, Rodallega cabeceou na trave e por pouco não deixou tudo igual na Fonte Nova.

Segundo tempo

Precisando do resultado, o técnico Guto Ferreira retornou com três alterações. E a sua equipe voltou melhor, pressionando ainda mais a Chapecoense, que só conseguia se defender e resistir ao Bahia.

O Esquadrão teve duas ótimas oportunidades com o zagueiro Luiz Otávio, ambas em jogadas de escanteio. Na primeira, o defensor cabeceou na trave, enquanto na outra testou para fora, levando muito perigo.

Aos 15 do 2º tempo, Jacaré foi lançado e acabou sendo derrubado pelo goleiro Vagner, que de imediato recebeu o cartão vermelho. No entanto, após revisão do VAR, foi confirmado que o atacante do Bahia estava impedido, o que fez a jogada – e consequentemente a punição – ser anulada.

Pouco depois disso, o volante Patrick de Lucca fez falta para amarelo e, como já tinha um, foi expulso, deixando 10 x 10 em campo.

Com igualdade em jogadores, o jogo seguiu com o Bahia pressionando, porém a Chape também teve mais espaços e passou a levar perigo em contra-ataques. A melhor chance do Esquadrão veio com Rildo, que fez linda jogada e bateu, mas Vagner defendeu.

Nos minutos finais, o Bahia seguiu em cima, porém abusando de cruzamentos, todos afastados pela Chapecoense, que venceu e tirou os 100% de aproveitamento do Esquadrão como mandante na Série B.

Bahia-Chape-Série B
Foto: San Junior / Divulgação EC Bahia

Ficha do jogo

Bahia (0)

Danilo Fernandes; Douglas Borel (Raí Nascimento), Luiz Otávio, Ignácio (Rezende) e Djalma Silva (Luiz Henrique); Patrick de Lucca, Lucas Mugni (Vitor Jacaré) e Daniel; Davó (Gabriel Xavier), Rildo e Rodallega. Técnico: Guto Ferreira

Chapecoense (1)

Vagner; Pablo, Léo, Victor Ramos e Fernando; Pablo Oliveira (Guilherme Rend), Marcelo Freitas (Betinho), Tiago Real (Éderson) e Derek (Kevin); Chrystian (Frazan) e Perotti. Técnico: Gilson Kleina

Árbitro: Douglas Marques das Flores

Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Luiz Alberto Andrini Nogueira

Local: Fonte Nova, em Salvador-BA

Gol: Chrystian (CHA)

Cartões amarelos: Vagner, Pablo, Kevin e Chrystian, todos da Chapecoense; Daniel, do Bahia

Cartão vermelho: Perotti (CHA); Patrick de Lucca (BAH)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados