conecte-se conosco
Sampaio Corrêa se posiciona contra a homofobia Sampaio Corrêa se posiciona contra a homofobia

MASampaio CorrêaSérie BÚltimas

Em nota, Sampaio condena cânticos homofóbicos no Castelão

Divulgação/SCFC

Publicados

em

Cânticos homofóbicos foram ouvidos no jogo contra o Cruzeiro

O Sampaio Corrêa divulgou uma nota condenando os cânticos homofóbicos que foram fritados por parte da torcida nos minutos finais da vitória por 2×1 sobre o Grêmio, no Castelão. O jogo aconteceu na última sexta-feira.

O caso

Já aos 50 minutos da partida, válida pela 32ª rodada da Série B, partes da torcida da Bolívia Querida proferiu repetidos gritos direcionados ao treinador gremista, Renato Gaúcho, usando de um termo pejorativo. O Sampaio já gastava tempo para confirmar a vitória por 2×1.

Quando isso aconteceu, o árbitro Rafael Traci (SC) paralisou o jogo e o sistema de som do Castelão pediu que eles parassem com os gritos, o que foi acatado logo na sequência pela torcida. Assim, o clube se posicionou sobre o caso, condenando as manifestações homofóbicas.

Caso foi relatado em súmula

Leia a íntegra da nota do Sampaio

O Sampaio Corrêa é o time do povo, e isso inclui todas as raças, etnias, cores e gêneros. No último dia 30, sexta-feira, ouviram-se cânticos homofóbicos no Castelão (o ato também foi relatado na súmula do jogo), demonstrando intolerância e retrocesso por uma ala do público presente; postura repudiada de modo veemente pelo Clube, que condena comportamentos como este. À torcida tricolor, nosso pedido de respeito, empatia e progresso.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados