conecte-se conosco
Marcelo Ajul Marcelo Ajul

Fred FigueiroaPESportÚltimas

Fred Figueiroa sobre a ação de Marcelo Ajul: “O Sport está bem documentado”

Publicados

em

Jogador pediu a rescisão indireta do contrato com o Sport devido a atrasos

A ação movida por Marcelo Ajul contra o Sport, na Justiça do Trabalho, alegando atrasos no pagamento de salários e FGTS, foi alvo de debate no Programa Agamenon, do Podcast 45 Minutos, da última terça-feira (21). De acordo com informações apuradas pelos jornalistas, também membros da equipe do NE45, alguns esclarecimentos sobre o caso foram realizados.

De acordo com informações apuradas pelo jornalista Fred Figueiroa, o depósito do FGTS do zagueiro tinha o valor mensal de R$ 88. Entretanto, o Sport reazlizou o primeiro pagamento desse valor, em setembro, com uma transferência de R$ 177 – valor que englobava os dois meses.

“Na época, o FGTS dele era R$ 88. Então, esse pagamento de setembro já englobava setembro e agosto. Ele mesmo recebeu o primeiro salário dele em setembro. O que passou pelo advogado dele, possivelmente, é que esse mês que não aparece (o de agosto) já está embutido em setembro, nos R$ 177, que é a soma de dois meses”, explicou.

“E o Sport pagou o FGTS de janeiro em 17 de março. O print dele foi de 20 de março, não foi gerado ainda o pagamento, mas o Sport tem o comprovante”, detalhou Fred Figueiroa, a respeito de outro mês questionado por Ajul.

“Inclusive, a estratégia do Sport é mandar logo a resposta para agilizar logo e para que sequer a liminar saia. O Sport está bem documentado e comprova, pelo menos eu recebi aqui, e está no documento que temos acesso”, acrescentou o analista rubro-negro, que completou, por fim, que “na época, o Sport pagou o valor equivalente a dois meses e, por isso, o advogado de Aju achou que havia um mês em aberto”, complementou.

Por outro lado, o jornalista e analista do Podcast45 destacou que, caso a informação não tenha fundamento, conforme assegura o atleta, o caso “é algo que não pode ficar sem uma repercussão efetiva dentro do clube”. Para Fred, é inaceitável perder um jogador por não pagar o valor de R$ 320 e, por isso, “tem que cair todo mundo (da diretoria do clube)”. Confira o trecho:

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados