conecte-se conosco
Atualmente à frente do Grêmio Novorizontino, Eduardo Baptista conquistou o acesso à Série A1 do Paulistão. Atualmente à frente do Grêmio Novorizontino, Eduardo Baptista conquistou o acesso à Série A1 do Paulistão.

SportÚltimas

Eduardo Baptista afirma que história com o Sport não acabou: “É um desejo meu”

Publicados

em

Treinador campeão da Copa do Nordeste 2014, Eduardo Baptista espera ainda voltar ao clube no futuro com um trabalho partindo do zero

Treinador dos mais identificados com o Sport na atualidade, Eduardo Baptista não esconde o carinho que sente pelo Leão. Presente num dos momentos mais marcantes da história rubro-negra, no título da Copa do Brasil 2008, como preparador físico, e à frente da equipe nas conquistas do Estadual e Nordestão, em 2014, o técnico espera ainda poder, no futuro, escrever um novo capítulo da sua história na Ilha do Retiro.

Atualmente à frente do Novorizontino, equipe pela qual acabou de conquistar o acesso à Série A1 do Campeonato Paulista, Eduardo Baptista esteve no Sport em duas passagens: em 2014/2015 e em 2018, num segundo momento de menos sucesso. Na última ocasião, pegou a equipe num momento delicado, na Série A, ficou à frente do Leão em oito jogos – iniciou e deixou o time na zona de rebaixamento. O Sport acabaria por sacramentar a queda adiante.

Este cenário, Eduardo Baptista garantiu à reportagem do NE45 que não quer repetir mais. “Quando eu voltar para o Sport, eu queria assim: esse mesmo projeto do Novorizontino aqui. Eu cheguei aqui em novembro e já tivemos resultado. Eu queria, se eu tiver a oportunidade de voltar um dia, poder participar de uma construção, não pegar o carro andando. Eu vou esperar, se eu tiver novamente esse momento de voltar, que é um desejo meu. Eu sou Sport, se pegar as minhas entrevistas eu sempre falo”, admitiu o técnico.

Em 2015, ele teve uma história mais longa. Deixou o time após um ano e sete meses, com 127 jogos, período em que conquistou 55 vitórias, 35 empates e 37 derrotas. Saudoso do tempo, ele recordou o período, em especial à final da Copa do Nordeste e o título da edição 2014, e garantiu que segue levando o clube no coração. 

“Não [acabou a história], está em aberto. Até o ano passado tivemos alguma sondagem para voltar. Mas assim, o que eu aprendi nos meus poucos dez anos de carreira: quando eu comecei alguma coisa do zero, as coisas andaram bem. O dia mais marcante da minha vida esportiva é aquela final [contra o Ceará, no Castelão]. Aqui e ali, eu fecho o olho e aquela imagem vem à minha cabeça. Mas eu queria voltar para construir, montar um elenco, usar a base. Vou esperar a minha oportunidade”, concluiu.

Atualmente à frente do Grêmio Novorizontino, Eduardo Baptista conquistou o acesso à Série A1 do Paulistão. Foto: Guilherme Videira/Noroeste EC
Atualmente à frente do Grêmio Novorizontino, Eduardo Baptista conquistou o acesso à Série A1 do Paulistão. Foto: Guilherme Videira/Noroeste EC

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados