conecte-se conosco
Fortaleza empata com o Internacional na estreia do Brasileiro. Fortaleza empata com o Internacional na estreia do Brasileiro.

CEFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza x Internacional: Podcast45 elege melhores e piores do Leão na estreia da Série A

Mateus Lotif/FEC

Publicados

em

Confira os destaques do Leão do Pici na estreia da Série A do Brasileirão de 2023

Durante o Podcast45, os analistas Thiago Minhoca e Luca Laprovitera analisaram o confronto entre Fortaleza x Internacional, pela 1ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e elegeram os destaques positivos e negativos no empate por 1 x 1 do Leão do Pici em sua estreia.

Com o empate, o Fortaleza ainda não sabe o que é vencer como mandante na estreia da competição de pontos corridos. Sobre a partida, Luca Laprovitera destacou o rendimento ruim do Tricolor e o péssimo desempenho de alguns atletas.

“Parecia que a gente estava vendo vários profissionais e um jogador amador dentro de campo”, afirmou o comentarista.

Análise de Luca Laprovitera

Melhores: Titi ficou na terceira posição entre os melhores jogadores. Para Luca, o zagueiro fez uma boa partida defensiva, realizou bons lançamentos e foi uma espécie de “alívio defensivo” para o Fortaleza.

Na segunda colocação, o analista elegeu o Bruno Pacheco. O lateral-esquerdo conseguiu apoiar o ataque e defender muito bem pelo lado esquerdo, apesar da falta de entrosamento com o Moisés.

Luca elegeu o Moisés como o melhor em campo. Além do gol marcado, o ponta contribuiu bastante na parte ofensiva, realizando boas jogadas individuais.

“Tudo que foi diferente no Fortaleza hoje veio do Moisés. As individualidades, as jogadas o jeito arisco de ser e o próprio gol, que premiou a boa partida”, complementou.

Moisés - Fortaleza
Foto: Mateus Lotif/Fortaleza

Piores: Luca iniciou o pódio citando os números de Silvio Romero com a camisa do Fortaleza e colocou o atacante no terceiro lugar entre os destaques negativos do Leão na partida. Segundo o analista, Romero não conseguiu dar continuidade a nenhuma jogada, o que prejudicou o sistema ofensivo do Tricolor na partida.

“Me chamou muita atenção porque ele não acertou, literalmente, nenhuma jogada. São 44 partidas, contra clubes da primeira divisão, e 7 gols (marcados). Para um camisa nove, mesmo que não seja titular, é um número muito ruim”, destacou o comentarista.

Martín Lucero foi eleito por Luca o segundo colocado no pódio negativo. Segundo a análise, Lucero não jogou bem e errou muitas jogadas de ataque. Contudo, apesar do mau desempenho, Luca não aprovou a substituição do atleta durante a partida, devido ao seu poder de decisão.

Tinga foi eleito o pior em campo. Para Luca, o defensor atuou em baixa intensidade e fez uma pessíma partida, tanto defensivamente quanto ofensivamente. “Para mim ele foi o pior em campo, e não vem bem”, complementou.

Tinga, defensor do Fortaleza. Foto: Mateus Lotif/Fortaleza
Tinga, defensor do Fortaleza. Foto: Mateus Lotif/Fortaleza

Análise de Thiago Minhoca

Thiago Minhoca concordou com a análise feita por Luca Laprovitera, mas promoveu apenas a troca do Bruno Pacheco pelo meia Calebe no pódio dos destaques positivos.

Para o analista, Calebe é um atleta diferenciado, que vem de ótimas partidas e contra o Internacional jogou muito bem mais uma vez, dando dinâmica e potencializando o ataque Tricolor.

Foto: Mateus Lotif/FEC
Foto: Mateus Lotif/FEC

ESTADUAL – RETRÔ 1 X 2 SPORT | SÉRIE A – FOR 1 X 1 INT | RBB 2 X 1 BAH – 45 MINUTOS

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados