conecte-se conosco
CRB perde para o Athletico nos pênaltis pela Copa do Brasil CRB perde para o Athletico nos pênaltis pela Copa do Brasil

ALCopa do BrasilCRBÚltimas

Nos pênaltis, CRB perde para o Athletico-PR e fica fora das oitavas da Copa do Brasil

Foto: José Tramontin/athletico.com.br

Publicados

em

Não deu para o CRB. Apesar de chegar na Arena da Baixada com a vantagem de ter vencido em casa por 1 a 0, o Galo da Pajuçara não conseguiu resistir ao ímpeto do Athletico-PR mesmo abrindo vantagem com gol de Anselmo Ramon. Assim, com a vitória por 2 a 1 no tempo normal, o Furacão levou a partida para os pênaltis e lá venceu por 4 a 2, com Diogo Silva e o artilheiro regatiano desperdiçando suas cobranças.

Com o resultado, o Athletico Paranaense avança às oitavas de final da Copa do Brasil e fatura mais R$ 3,3 milhões em premiação. O CRB, por sua vez, se despede da competição terá seu foco concentrado na briga pelo acesso na Série B.

O jogo

Em vantagem no confronto após bater o Furacão em casa, o CRB sabia que precisaria se defender bastante no jogo na Arena da Baixada. E assim foi. Nos primeiros minutos, o Athletico Paranaense já buscava sufocar a saída de bola do Galo, mas não conseguia gerar perigo efetivo à meta defendida por Diogo Silva.

Dessa forma, em sua primeira chance, o CRB conseguiu balançar as redes e aumentar sua vantagem. Juninho Valoura acertou belo lançamento para João Paulo, que entrou sozinho na área, mas parou em defesas de Bento. No rebote, Anselmo Ramon empurrou para as redes. O árbitro Leandro Vuaden assinalou o impedimento, mas o VAR acabou corrigindo a decisão de campo e validando a jogada.

Atrás no placar, o Athletico se tornou todo pressão em cima da defesa do CRB. Assim, o goleiro Diogo Silva e, especialmente, o zagueiro Fábio Alemão, foram os destaques da defesa alvirrubra para segurar o ataque paranaense, que ainda na etapa inicial, viu Pablo e Vítor Bueno serem acionados para tornar o time ainda mais agudo.

Assim, se utilizando do contra-ataque, o CRB ainda teve duas grandes chances de ampliar o placar. Primeiro, Anselmo Ramon cabeceia cruzamento de Juninho Valoura e acerta a trave de Bento. Dois minutos depois, o centroavante regatiano chegou a marcar em cruzamento de Matheus Ribeiro, mas a arbitragem assinalou impedimento do lateral.

Na volta do intervalo, o técnico Umberto Louzer retraiu ainda mais a equipe do CRB. Assim, sacou o atacante Mike e acionou o zagueiro Gum. Dessa forma, o Galo passou a esperar ainda mais o Athletico no seu campo para explorar um erro dos rubro-negros, que seguiam comandando as ações.

Aos 18, o Furacão finalmente viu sua pressão fazer efeito. Fernandinho recebeu bola na intermediária levantou a cabeça e alçou na área. Madson cabeceou para trás, Vítor Roque passou direto e ela se apresentou para Alex Santana que completou para balançar as redes de Diogo Silva.

Com o gol, o CRB praticamente abdicou de atacar. Portanto, o Furacão passou a ficar ainda mais no campo do Galo. Assim, após quase 20 minutos de ataque contra defesa, os donos da casa chegaram ao gol que igualou o confronto. Em cobrança de escanteio, Thiago Heleno desvia para a pequena área. Alex Santa cabeceia, Diogo Silva dá rebote e o camisa 80 marca o segundo gol rubro-negro.

Penâltis

Cobrador oficial do CRB, Diogo Silva teve sua cobrança defendida por Bento duas vezes. Na primeira, o goleiro do Athletico havia se adiantado e o árbitro Leandro Vuaden mandou voltar. Além disso, Anselmo Ramon ainda bateu na trave, desperdiçando a segunda penalidade do Galo.

Pelo Athletico, Fernandinho, Terans, Pablo e Vítor Bueno bateram e marcaram. Do lado alagoano, João Paulo e Matheus Ribeiro converteram suas cobranças.

Blog de Cassio: Em BH, o Náutico leva gol aos 44 e acaba eliminado da Copa do Brasil pelo Cruzeiro

Próximos jogos

O CRB já volta a campo no próximo sábado, mas desta vez pela Série B. Fora de casa, novamente, o Galo da Praia enfrenta o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela terceira rodada do Brasileiro. A partida acontecerá às 17h30.

Ficha do jogo

Athletico-PR 2 (4)
Bento; Khellven (Madson), Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Pedrinho (Willian Bigode); Fernandinho, Erick (Vítor Bueno) e Christian (Pablo); Terans, Rômulo (Alex Santana) e Vítor Roque. Técnico: Paulo Turra.

CRB 1 (2)
Diogo Silva; Matheus Ribeiro, Fábio Alemão, Anderson Conceição e Guilherme Romão (Edimar); Auremir (Lucas Lima), Juninho Valoura (Falcão) e João Paulo; Renato (Copete), Mike (Gum) e Anselmo Ramon. Técnico: Umberto Louzer.

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (FIFA-RS) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA-SP)
Gols: Anselmo Ramon aos 7/1ºT (CRB), Alex Santana aos 18 e 36/2ºT (Athletico-PR)
Cartões amarelos: Alex Santana (Athletico-PR); Juninho Valoura, Falcão (CRB)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados