conecte-se conosco
Náutico Sede Náutico Sede

NáuticoPESérie CÚltimas

Náutico: Ricardo Malta não disputará eleições, e Aluísio Xavier deve ser candidato de consenso na oposição

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

Aluísio Xavier já sinalizou que pode ser candidato e tem o apoio de lideranças da oposição

O grupo de oposição gostaria de lançar Ricardo Malta como nome de consenso para as eleições do Náutico, mas isso não será possível. Isso porque o ex-diretor do Timbu e do CT bateu o martelo e não vai ser candidato à presidência no pleito, que tende a ser antecipada para outubro. A informação foi divulgada inicialmente pelo portal Globo Esporte e confirmada pela reportagem do NE45.

Procurado, Ricardo Malta disse que a decisão de não participar do pleito é por motivos pessoais. O ex-diretor tinha o apoio de muitos alvirrubros, que gostariam de torná-lo candidato de consenso, mas ele irá ficar fora da disputa.

Contudo, mesmo sem Ricardo Malta, a oposição busca um nome de consenso, já que a ideia é não dividir votos. E já tem o escolhido: o ex-presidente da OAB-PE e advogado Aluísio Xavier. Ele, inclusive, já sinalizou positivamente para a candidatura.

Procurado pela reportagem do NE45, o advogado e ex-vice-presidente jurídico do Náutico, Bruno Becker, demonstrou apoio ao nome de Aluísio Xavier, que também agrada a outras lideranças da oposição, vide o empresário Plínio Albuquerque e o ex-presidente André Campos.

“Aluísio Xavier é um nome de consenso, tem apoio das lideranças de oposição e já manifestou que aceita ser candidato. Tudo está caminhando para a confirmação do nome dele. É um movimento natural”, disse Bruno.

Questionado se havia algum avanço na composição da chapa, já definindo quem será o vice-presidente e possíveis diretores da provável candidatura de Aluísio Xavier, Bruno Becker afirmou que isso tende a ser tratado em reuniões a partir de agora.

“Sobre a composição da chapa, não houve avanço por um motivo simples: estávamos aguardando o posicionamento de Ricardo Malta. Agora, com o não de Ricardo Malta, vamos sentar com Aluísio para começar essa costura da composição da chapa. Quem vai ocupar a vice-presidência, se já há nomes para diretores… Essas conversas vão começar agora”, completou Becker.

Na situação, por sua vez, a expectativa gira em torno de uma eventual candidatura de Alexandre Asfora, que atualmente é diretor social do clube. Além dele, outros possíveis nomes que surgem são o do ex-presidente Edno Melo e o de Luiz Felipe Felipe Figueiredo, VP do Náutico.

Náutico Sede
Foto: Tiago Caldas/CNC

A provável candidatura de Aluísio Xavier nas eleições do Náutico

Na semana passada, em entrevista à Rádio Jornal, Aluísio Xavier se colocou como candidato à presidência pela oposição. O advogado afirmou que ficaria de fora somente em caso de Ricardo Malta aceitar o convite, o que não aconteceu.

Procurado pela reportagem do NE45, Aluísio Xavier afirmou que há um erro na última lista da AGE do Náutico, onde consta que, em fevereiro, o possível candidato só teria seis mensalidades pagas de forma ininterruptas, o que o tiraria do pleito, já que o estatuto afirma que são necessários 24 meses pagos em dia.

“Tomei conhecimento hoje. Cumpro regularmente as minhas obrigações com o Náutico. Faço o pagamento das mensalidades de quatro sócios patrimoniais do Náutico conjuntamente: eu, Aluísio Pires Vidal de Vasconcelos Xavier (filho), Victor Moreira Pires Xavier (neto) e Giovanna Moreira Pires Xavier (neta). O filho e os netos, na lista, estão com 50 anuidades quitadas e eu com seis. Há erro do sistema”, explicou.

Art. 40 – Somente poderá se candidatar para os cargos de presidente e vice-presidente da Diretoria Executiva o associado do Náutico que, na data da inscrição da chapa, atenda aos requisitos de elegibilidade estabelecidos pela Lei Complementar nº 135, de 04 de junho de 2010 (conhecida como Lei da Ficha Limpa) e ainda às seguintes exigências:

  • idade mínima de 30 (trinta) anos;
  • associado há pelo menos 3 (três) anos;
  • em dia com suas contribuições há no mínimo dois anos;
  • que não tenha sido anistiado do pagamento de suas contribuições há pelo menos dois anos.

Vale lembrar, aliás, que a Comissão Eleitoral das eleições do Náutico será definida na próxima reunião do Conselho Deliberativo, na segunda-feira (11), que também vai bater o martelo sobre a antecipação ou não do pleito.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados