conecte-se conosco
Ítalo Rodrigues, executivo de futebol do Vitória Ítalo Rodrigues, executivo de futebol do Vitória

BABaianoSérie AÚltimasVitória

Executivo do Vitória quer “construir algo muito maior” na temporada e projeta Brasileirão

Foto: Victor Ferreira/EC Vitória

Publicados

em

Ítalo Rodrigues vê que o Vitória tem por onde buscar maiores feitos em 2024 e mira time competitivo na Série A

O Vitória tem pela frente a final do Campeonato Baiano, onde pode voltar a conquistar o título após sete anos. Mas além da busca por esse título, que é uma meta importante, o Leão da Barra vislumbra alcançar mais coisas nesta temporada. Tudo isso passa também por uma boa participação na Série A, que terá início no dia 13 de abril. Para chegar nisso, é preciso muito trabalho.

Essa é a visão que prega o executivo de futebol do Vitória, Ítalo Rodrigues. Apesar da eliminação precoce na fase de grupos da Copa do Nordeste, os números do Leão na temporada são bons e o time quer manter essa boa fase para o Brasileirão. O dirigente vê que não há facilidade para isso e pede foco em toda esta caminhada rubro-negra.

“Não existe uma fórmula mágica. Eu acredito em trabalho, acredito em ambiente de trabalho e sem dúvida alguma acho que todo mundo, desde o porteiro do clube ao presidente, é merecedor desse momento que o Vitória está vivendo. Mas todo mundo está muito consciente de que é só o início, a gente não ganhou nada, a gente quer construir algo muito maior ainda”, contou Ítalo.

Ítalo Rodrigues, executivo de futebol do Vitória
Foto: Victor Ferreira/EC Vitória

Ele falou que a principal ideia para o Vitória no Brasileirão é ter um time competitivo. Mesmo que seja tecnicamente inferior às grandes potências do Campeonato Brasileiro, com um orçamento bastante inferior, o Rubro-negro precisa igualar na vontade e esforço dentro de campo. Com isso, Ítalo Rodrigues acredita que o Leão pode fazer o torcedor se sentir representado.

“A gente quer transmitir o que temos feito de melhor, que é um time competitivo. Queremos que o torcedor se sinta bem representado ali dentro do campo. Eu acho que esse é o melhor caminho em um campeonato que é muito difícil. Tem uma disparidade financeira gigantesca, mas que a gente precisa igualar na vontade, entrega dentro de campo, na competitividade”, encerrou

Números, estatísticas e mais sobre o futebol nordestino: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados