conecte-se conosco

MASérie BÚltimas

Sampaio Corrêa sai na frente, cede empate à Ponte, mas segue no G4

Jogando fora de casa, o Sampaio Corrêa empatou em 1 a 1 (Foto: Álvaro Jr/PontePress)

Publicados

em

Não foi o melhor dos resultados, porém o empate em 1 a 1 com a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, na noite desta terça-feira, acabou somando um ponto importante para o Sampaio Corrêa. Num jogo aberto e equilibrado pelas propostas das duas equipes, a Bolívia saiu na frente logo cedo e teve chances de ampliar, porém foi castigada e até correu risco de voltar para São Luís sem nenhum ponto na bagagem. Pelo menos, embora com a terceira posição em risco, o time tricolor manteve sua posição estabelecida dentro do G4 até o fim da rodada.

Volta de Léo Condé

Depois de cumprir o protocolo de isolamento após testar positivo para covid-19, o técnico Léo Condé voltou a comandar o Sampaio na beira do gramado. E certamente o treinador gostou de ver o seu time tomar a primeira iniciativa do jogo. Logo aos 5 minutos o artilheiro da Série B, Caio Dantas, recebeu carga faltosa dentro da área e converteu bem a cobrança, assinalando o seu 16º na competição.

Tentando se reaproximar do G4 depois de perder força na tabela, a Ponte Preta se viu ainda mais pressionada para buscar a vitória. Porém esbarrava na recomposição rápida da defesa do Sampaio, além da boa distribuição das linhas de marcação. Mas a parede enfim começou a ceder e os alvinegros foram encontrando espaços, principalmente nas jogadas aéreas. Ruan Renato e Camilo desperdiçaram as melhores chances do empate e a vantagem do Sampaio se manteve até o intervalo.

Sampaio não liquidou o jogo

Se a Ponte perdeu gols claros no primeiro tempo, a volta do segundo foi a vez do Sampaio jogar fora oportunidades de liquidar a partida. Diego Tavares e Caio Dantas, aos 9′ e 14′ minutos respectivamente, esbarrou nas defesas do goleiro Ygor.

E quem não faz…

E dois minutos depois de Caio Dantas desperdiçar sua chance, o castigo do empate veio a galope aos 16′. Ruan Renato se redimiu do pênalti cometido e contou com uma falha grotesca de Gustavo, que soltou a bola nos pés do zagueiro da Ponte no escanteio.

Trocação

A partir disso, o jogo virou uma trocação franca digna de último round de MMA. Oportunidades claras dos dois lados foram desperdiçadas, porém ninguém voltou a balançar as redes. Melhor para o Sampaio, que chegou aos 41 pontos e garantiu a vaga no G4 até o fim da rodada, mas vai torcer contra o Juventude – que joga nesta quarta-feira, fora de casa contra o Botafogo-SP – para não perder a terceira colocação. Além disso, o Tubarão também freou a Ponte Preta, que poderia encurtar a distância para o G4.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados