conecte-se conosco
Hélio dos Anjos, técnico do Náutico Hélio dos Anjos, técnico do Náutico

NáuticoPEPernambucanoÚltimas

Hélio dos Anjos deve fazer rodízio entre volantes do Náutico

Foto: Tiago Caldas/Náutico

Publicados

em

Uma das posições em que o Náutico está despreocupado, em número de peças, é a cabeça de área. Atualmente, o Alvirrubro conta com Rhaldney, Djavan, Marciel, Luiz Henrique e Matheus Trindade vêm sendo relacionados pelo técnico Hélio dos Anjos e têm sido acionados ao longo das três partidas que a equipe fez na temporada. Os dois primeiros dessa lista são considerados titulares pelo comandante, pois foram a dupla que deu melhor encaixe na disputa da Série B da última temporada. Por isso, já se conhecem e estão adaptados ao que o treinador pede. Enquanto que os outros ainda buscam um encaixe.

Para adequar Marciel e Luiz Henrique ao estilo de jogo proposto para o Náutico, com marcação intensa, agressiva, aliada a uma participação grande também na saída de bola, o técnico do Timbu pretende dar oportunidades a esses jogadores no meio-campo para que possam iniciar partidas e adquirir ritmo de jogo.

“Todo mundo sabe que o Náutico cresceu na temporada passada na Série B com dois volantes ágeis na marcação e condução. Podem falar o que quiser, mas o Djavan e o Rhaldney foram importantíssimos na nossa reação pela agressividade na marcação. Por isso que estou frisando, no jogo a jogo, terão pequenas mexidas e ajustes na equipe, porque tenho que condicionar, no nosso modelo de jogo, alguns atletas. Outros, como Djavan e Rhaldney, estão mais treinados e executaram mais marcação central do que Marciel e Luiz Henrique. Por isso acredito que esse é um setor que vou fazer mudanças de jogo a jogo, e uma naturalidade já tenho. Quero criar outras situações”, afirmou Hélio dos Anjos.

Essas mexidas de Hélio dos Anjos também visam corrigir um problema natural da equipe neste começo de temporada, que é a menor intensidade na marcação. Esse ponto foi reclamado pelo treinador na vitória em cima do Vera Cruz no último domingo (21), onde o Náutico sofreu com vários contra-ataques do time visitante. Com um melhor condicionamento dos volantes, a sustentação ao sistema defensivo, num todo, cresce em conjunto.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending