conecte-se conosco
Hélio dos Anjos, do Náutico Hélio dos Anjos, do Náutico

NáuticoPESérie BÚltimas

Hélio quer Náutico mais efetivo ante Avaí e avalia encaixe

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

A derrota do Náutico para o Sampaio Corrêa na última quarta-feira (11), por 2 a 0, mantém a sequência negativa do Timbu na Série B. Terceiro revés consecutivo e a queda para a terceira posição. Um ponto que a equipe melhorou em relação à rodada anterior foi a produção ofensiva, com um maior repertório. Contudo, a falha na definição, onde poderia ter saído na frente do placar, incomodou Hélio dos Anjos. O treinador alvirrubro prometeu que sua equipe será mais efetiva diante do Avaí, neste sábado (14), às 19h, no estádio da Ressacada, em Florianópolis-SC.

“Projeto um jogo bom, um time nosso com mais mobilidade, com mais jogo do que tivemos até contra o Sampaio Corrêa, que nós tenhamos a capacidade de controlar o jogo, e fazer os gols, porque nesse último jogo nós tivemos isso de positivo, a criatividade. De negativo foi não matar o jogo no seu devido momento. Não vai ser fácil, o Avaí é um time com uma média de idade alta mas, acima de tudo, com jogadores muito competitivos, muito bem trabalhado pelo Claudinei, que gosta desse tipo de jogador, desse tipo de equipe. A gente espera que o clima ajude, que não tenha muita chuva e que tenhamos, naturalmente, as condições naturais de jogo, porque nós vamos produzir melhor do que nós produzimos na quarta-feira”, disse o treinador.

Encaixe para o ataque do Náutico

O comandante ainda enfrenta um problema que deve atormentá-lo por mais algumas rodadas. O encaixe ofensivo do Náutico. O Timbu tem um dos melhores ataques da Série B, mas parte deles se deve ao começo arrasador, através do trio formado por Erick, Kieza e Vinícius. O primeiro deixou a equipe ao fim do empréstimo junto ao Braga-POR e foi negociado pelo time português ao Ceará. O segundo sofreu uma ruptura do tendão de Aquiles e não atua mais nesta temporada. Enquanto que, apenas Vinícius sobra como opção para Hélio dos Anjos.

Diante disso, a direção do Náutico contratou o centroavante Caio Dantas para substituir Kieza no restante da Segundona, e ainda busca um substituto para a função de Erick. Desde a saída dele, Hélio alterou a forma de jogar do Alvirrubro para se adaptar às características que os seus atletas titulares fornecem. Com isso, o técnico quer retomar a mobilidade que o ataque do Náutico tinha anteriormente e a mesma produção ofensiva.

“Nós perdemos dois jogadores para a primeira divisão, que já estão sendo muito bem aproveitados para a equipe que eles foram. Jogadores que fizeram muito de positivo, e perdemos a referência técnica nossa que foi o Kieza. Acredito que a gente tá batendo a cabeça um pouco mais em relação ao sistema ofensivo. Essa nossa mobilidade e qualidade técnica está sendo reconstituída com a chegada do Caio, que tenho certeza que vai nos ajudar bastante. A questão dessa mobilidade do lado tem sido um problema um pouco maior pelas características dos jogadores que nós temos”, encerrou o treinador do Náutico.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending