conecte-se conosco
Sport vence o Salgueiro, no Cornélio de Barros Sport vence o Salgueiro, no Cornélio de Barros

PEPernambucanoSportÚltimas

Com gol nos acréscimos, Sport vence Salgueiro no Cornélio e assume liderança do Pernambucano

Foto: Divulgação/Sport

Publicados

em

Ronaldo Henrique, de pênalti, deu a vitória ao Leão

O Sport teve dificuldades, mas conseguiu uma vitória importante no Pernambucano. Na dura missão de visitar o Salgueiro no Cornélio de Barros, o Leão foi mais perigoso e saiu na frente com Luciano Juba, mas cedeu o empate, com Juan Kelsen. Mas Ronaldo Henrique cravou o 2×1.

Em campo, o Sport conseguiu ter uma melhor apresentação ofensiva, levando perigo real em diferentes momentos do jogo, mas frente à ajustada defesa sertaneja. Do outro lado, o Salgueiro tinha mais dificuldades no ataque. Ainda assim, a vitória só veio de pênalti, aos 47.

Como fica?

Com a vitória, o Sport assume a liderança do Campeonato Pernambucano, com sete pontos em três jogos, logo à frente do Retrô (6 em 2). A tabela segue com Afogados, Porto (5) e Náutico (4). Só então aparece o Salgueiro, 6º colocado, também com quatro pontos.

Assim como Timbu e Carcará, o Central também soma quatro pontos em três jogos, mas o saldo de gols separa o trio. O time recifense tem +1, contra 0 dos sertanejos e -1 dos agrestinos.

Agora, o Salgueiro se prepara para a 5ª rodada do Pernambucano, com jogo às 15h da próxima terça, visitando o Íbis. O Sport, por sua vez, recebe o Belo Jardim às 20h do mesmo dia. Mas antes desse compromisso, o Leão estreia no Nordestão, recebendo o ABC às 19h deste sábado.

Ronaldo Henrique, Igor Cariís, André e José Woshington em Salgueiro x Sport
Ronaldo Henrique fez o gol da vitória do Sport no Cornélio de Barros – Reprodução/DAZN

Salgueiro x Sport

1º tempo: Leão arrisca, Carcará petisca

O jogo mostrou equilíbrio na faixa central desde os primeiros minutos. Com os dois times apresentando falhas na troca de passes e na criação de jogadas, Sport e Salgueiro se igualavam na posse e levaram algum tempo para acelerar o jogo e criar chances reais de gol.

O 1º grande lance do jogo veio aos 13, em um vacilo da defesa tricolor, que deu espaço para Matheus Vargas partir no contra-ataque até a entrada da área, mas isolar. Sete minutos depois, o Sport até balançou as redes, mas o gol de Gabriel Santos foi anulado por impedimento.

Depois desses lances, o jogo seguiu com muito equilíbrio no meio de campo, mas com um Sport mais perigoso em suas subidas. Assim, o Leão já chegou perto aos 28 e buscou o gol aos 33, em cobrança da falta frontal de Luciano Juba direto para as redes sertanejas.

Com o 1×0 contra, o Salgueiro conseguiu ajustar a defesa e fechar os caminhos para o Sport. Ainda assim, o time não conseguia gerar lances de perigo real. Mas buscou o empate logo no 1º, aos 41, com Juan Kelsen, nas costas de Thyere, tocando na saída de Renan.

Luciano Juba em Salgueiro x Sport
Gol do Salgueiro saiu em cruzamento pela direita – Reprodução/DAZN

2º tempo: Jogo de defesas

Depois do intervalo, Salgueiro e Sport voltaram em baixa rotação, novamente encontrando dificuldades para ter boas chegadas no último terço. Mas logo veio a melhor chance da última etapa, com Gabriel Santos, do Leão, acertando um chute da entrada da área direto na trave.

Aquela bola não entrou – e nenhuma outra entraria. Com defesas aprumadas, Sport e Salgueiro conseguiam anular o jogo dos ataques adversários e segurar os lances que poderiam levar maior perigo.

Assim, o Sport até seguiu com melhor movimentação ofensiva, mas com poucas chances de converter isso no placar. O Salgueiro também tentou reagir nos minutos finais, conseguiu pressionar e ainda pediu um pênalti aos 44, mas sem perigo real.

Mas se não teve pênalti para o Carcará, teve para o Leão. Aos 45, Anderson Recife acertou com a mão na bola dentro da área e Ronaldo Henrique, já aos 47, deslocou César Tanaka e marcou o gol da vitória leonina.

Finalização de Gabriel Santos em Salgueiro x Sport
Bola na trave de Gabriel Santos foi melhor chance do 2º tempo – Reprodução/DAZN

Ficha do jogo

Salgueiro (1)
César Tanaka; Gabriel, Gustavo, Luis Eduardo e Denilton; Anderson Recife, Hebert (Gaspar) e Pedro Talista; Palominha (Bartô), Juan Kelsen e André (Odilávio). Técnico: Marcos Tamandaré.

Sport (2)
Renan; Eduardo, Rafael Thyere, Sabino e Luciano Juba (Thiago Lopes); Ewerthon (Vágner Love), Ronaldo Henrique, Fabinho, Matheus Vargas (Facundo Labandeira) e Edinho (Igor Cariús); Gabriel Santos (Wanderson). Técnico: Enderson Moreira.

Local do jogo: Estádio Cornélio Barros Muniz e Sá (Salgueirão), em Salgueiro-PE
Árbitro: Jose Woshington da Silva
Assistentes: Dhiego Cavalcanti Pereira e Ricardo Jorge Nunes dos Santos Junior
Gols: Luciano Juba (33’/1ºT | SPO), Juan Kelsen (43’1ºT | SAL), Ronaldo Henrique (47’/2ºT | SPO)
Cartões amarelos: Denilton, André, Anderson Recife (SAL) e Luciano Juba (SPO)
Público: 2.166 torcedores
Renda: R$ 27.120,00

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados