Connect with us
Laércio Guerra - Retrô Laércio Guerra - Retrô

MAMaranhensePEPernambucanoSérie DÚltimas

Presidente do Retrô diz ter certeza que goleiro Jean se vendeu em jogo da Série D contra o Maranhão: “Foi estranho”

Foto: Divulgação/Retrô

Published

on

Dirigente do Retrô acusou o goleiro e disse que ‘carimbo’ da suspeita foi a ida dele para o Maranhão

O presidente do Retrô, Laércio Guerra, afirmou ter certeza de que o goleiro Jean se vendeu para o Maranhão em jogo válido pelas oitavas de final da Série D. A Fênix vencia até o último lance do jogo, mas sofreu o empate e perdeu nos pênaltis, na Arena de Pernambuco. E adiou o sonho do acesso.

Em entrevista ao canal do Léo Medrado, no programa Léo Medrado e Traíras, o dirigente acusou o goleiro e acredita que a ida dele para o Maranhão para a próxima temporada foi um indício.

“Para mim foi o carimbo (quando ele acerta com o Maranhão). Tenho certeza (que se vendeu). Não tenho dúvida nenhuma. Mas o cara que foi comprado não deixa rastro. O presidente do Maranhão eticamente nem deveria fazer proposta para ele porque poderia suscitar nesta situação”, disse Laércio.

“Jean tem muita dificuldade em ficar no banco e foi para o Maranhão ser segundo goleiro. Um time que não pode pagar o que ele recebia aqui. São muitos elementos que contam negativamente. Houve algo estranho e esses elementos me fazem acreditar nisso”, completou o dirigente do Retrô. 

O mandatário do Retrô relembrou um lance anterior ao gol para defender o seu argumento. “Teve um escanteio para o Maranhão e já tinha passado o tempo. O árbitro falou para o nosso fisioterapeuta: ‘Vou ter que dar mais um minuto e já acabou o jogo. Manda ele levantar’. Jean levanta, manda o time todo ir para o lado direito e chuta do outro lado. Aí o jogador cabeceia a bola, Sandoval pede para ele ficar e sai o gol”, contou.

Após a partida, Laércio Guerra disse que sequer passou no vestiário do Retrô por conta do seu temperamento explosivo. Ele temeu uma confusão generalizada pelo clima do goleiro com os outros atletas.

“Acho que iria ter problema. Ele é um cara de 2 metros de altura e eu tenho 1,70m. Os jogadores iam me defender e iria virar uma coisa generalizada. Foi muito forte da forma que aconteceu. Com duas falhas assim. A gente fica refém. Eu me senti assim com o grupo e 100% dos jogadores entendem que teve coisa errada”, ressaltou.

“Posso lhe dizer que se a gente passar na Copa do Nordeste e cruzar com o Maranhão, vai dar problema. Nossos jogadores cruzarem com ele tenho certeza que vai dar problema. Só para ver o nível de como foi”, complementou.

Laércio ainda chegou a afirmar que já tinha recebido alertas de outros dirigentes sobre o goleiro. Um deles foi Diógenes Braga, após Jean passar pelo Timbu na Série B de 2022.

“Eu tinha ouvido falar para tomar cuidado. Diógenes, do Náutico, falou comigo dez mil vezes”, pontuou.

O goleiro procurou a reportagem do NE45 e disse que se pronunciará através de uma nota oficial. Assim que for enviada, a matéria será atualizada.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados