conecte-se conosco

PEPernambucanoSanta CruzÚltimas

Bolívar destaca poder de reação do Santa e aponta jogo de tempos distintos

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

Apesar da eliminação para o Náutico na semifinal do Campeonato Pernambucano, nem tudo foi negativo na análise do técnico Bolívar. De acordo com o treinador do Santa Cruz, a equipe teve poder de reação após fazer um primeiro tempo ruim e pressionou no final em busca do empate.

“Foram dois tempos distintos. O primeiro tempo foi abaixo do esperado e a gente sabia que iria enfrentar uma equipe que jogaria no nosso campo. Com a bola, não tivemos um jogo apoiado. Pecamos em um lance e sofremos o primeiro gol. No segundo tempo, tivemos poder de reação até o último minuto para buscar o gol. Infelizmente, fizemos um pênalti, mas brigamos até o final. Tivemos uma oportunidade, fizemos um gol, mas não conseguimos a sonhada passagem à final. É baixar a cabeça, trabalhar porque temos de levar esse time para a Série B novamente”, avaliou o comandante coral.

Bolívar acredita que o time ainda precisa de equilíbrio para a sequência da temporada. Contudo, a equipe não teve tempo de trabalho com o treinador para evoluir da forma que ele gostaria.

“A gente joga a cada três dias e o tempo de trabalho é muito curto. É preciso achar uma consistência defensiva para dar solidez ao setor. A partir desse momento, vamos começar a ter uma construção. Não vai ser da noite para o dia que vamos achar o equilíbrio. Teremos 20 dias até o início da Série C e aí, com mais tempo para trabalhar, focar bem em todos os setores para ter um Santa mais competitivo na Série C, que é o grande objetivo da temporada”, afirmou.

O Santa Cruz volta a campo apenas no final de maio, contra o Manaus, pela Série C. Até lá, o treinador e a diretoria farão uma análise do elenco para saber com quais peças poderão contar no Brasileiro e quais as necessidades de reforços.

“Estou há apenas dez dias no clube e já tivemos três partidas decisivas. Acho que é fundamental sentar com a direção e ter calma para ver possibilidades de contratação. Observar as carências para formar uma equipe competitiva para a Série C pelo nível de disputa. Vamos refletir para o que ver o que precisamos”, pontuou.

Ouça a análise do 45 Minutos sobre Náutico 2 x 1 Santa Cruz

Trending