conecte-se conosco
Allan Aal, técnico do CRB Allan Aal, técnico do CRB

ALCRBSérie BÚltimas

Allan Aal reclama da arbitragem, mas elogia recuperação do CRB

Foto: CRB/Divulgação

Publicados

em

O CRB empatou em 2 a 2 com o Remo pela primeira rodada da Série B. O jogo, realizado no estádio Rei Pelé, contou com um começo ruim do Galo da Pajuçara. Porém, conseguiu se recuperar no segundo tempo e poderia, até, ter saído com a vitória, se não fossem por dois erros de arbitragem, mesmo que em lances difíceis.

O primeiro lance foi no segundo gol do Leão, onde Lucas Siqueira estava impedido. Na etapa final, Calyson balançou as redes, estando na mesma linha do defensor, mas o assistente invalidou. Na bronca, o técnico Allan Aal reclamou, mas não se alongou. “Fomos prejudicados em dois lances cruciais. O segundo gol deles, na cobrança de falta, e depois em um gol a nosso favor, mas eu não gosto de prolongar a conversa em cima de arbitragem”, disse o comandante do CRB.

Outro ponto que chamou a atenção foi o primeiro tempo ruim do CRB, onde a equipe regatiana teve bastante dificuldade para criar chances e sofreu dois gols em poucos minutos no primeiro tempo. Demorou, mas conseguiu reagir e cresceu na partida. Mesmo depois dessa parte ruim do jogo, o técnico alvirrubro prefere enaltecer a boa recuperação do seu time.

“Essa desconexão era até esperada, pelo pouco tempo de trabalho. Mas depois (no segundo tempo), organizamos melhor a equipe e a deixamos melhor posicionada ofensivamente para buscar o gol. A entrada dos jogadores colaborou demais para que isso acontecesse. A gente vai corrigir muitas coisas que vimos não serem ideais para a equipe, mas fica de muito positivo o segundo tempo”, explicou Aal.

Outro ponto que o treinador pediu, e quer implementar na sua equipe ao longo da competição, é a da competitividade sempre alta. Mesmo que, tecnicamente, não esteja tão bem, é preciso batalhar sempre. Daí, com alguns ajustes, essas melhorias na parte técnica vão acontecendo com o encaixe. “Temos que ser uma equipe competitiva, mas ao mesmo tempo não abrir mão do gol. No segundo tempo, o CRB conseguiu colocar em prática o que tem de melhor: a qualidade técnica, e melhorou o preenchimento do setor ofensivo”, concluiu o técnico do CRB.

Trending