conecte-se conosco

NáuticoPEÚltimas

Muro dos Aflitos é pichado com cobranças à diretoria por denúncias de assédio

Publicados

em

O muro dos Aflitos foi pichado, na noite desta quinta-feira, em protesto contra a diretoria pelas denúncias de assédio feitas ao ex-superintendente financeiro do Náutico Errisson Rosendo Melo, irmão do presidente Edno Melo. Entre as frases escritas estão “Diretoria omissa”, “Assédio não tem perdão. Justiça por Tati Roma”, “Bruno Becker, Edno omissos” e “Não ao assédio. Queremos respostas”.

Um protesto, organizado pelos torcedores, estava marcado para esta noite, nos Aflitos. Porém, o clube encerrou as atividades mais cedo e fechou os portões da sede social.

O escândalo de importunação sexual dentro do Náutico ganhou um novo capítulo nesta quinta-feira, com mais uma denúncia levantada contra o ex-superintendente do clube, Errisson Rosendo de Melo, irmão do presidente Edno Melo. Desta vez, porém, a denúncia foi apresentada pela mãe de uma adolescente que tinha apenas 14 anos na época. A denunciante é afilhada da sogra de Errisson.

Não é o primeiro caso

Os bastidores do Náutico estão bastante movimentados nos últimos dias após a denúncia de importunação sexual feita pela ex-diretora Tatiana Roma, pedindo o afastamento do acusado, o superintendente financeiro do clube, Errisson Rosendo de Melo, irmão do presidente Edno Melo. Depois da divulgação da história, outras possíveis vítimas também já se pronunciaram.

O clube admitiu ter tido conhecimento da denúncia de Tatiana e o acusado pediu afastamento do clube, sendo oficialmente demitido nesta quinta-feira.

Tatiana também divulgou trechos de uma conversa com o presidente do Conselho Deliberativo, Alexandre Carneiro (foto), solicitando o afastamento do superintendente, algo que foi rebatido por Alexandre, que garantiu ter explicado o rito jurídico para ela.

O assunto já começou a gerar pressão por parte de patrocinadores do clube, e também já levou o Náutico a acertar parceria com uma consultoria especializada no combate ao abuso às mulheres, criando uma comissão feminina. O Conselho Deliberativo também abriu debate para montar protocolos para a condução de casos de assédio dentro do clube.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending