conecte-se conosco
CSA x Guarani CSA x Guarani

ALCSASérie BÚltimas

CSA faz jogo movimentado com Guarani, mas empata na estreia de Alberto Valentim

Foto: Luciano Claudino/Guarani FC

Publicados

em

Azulão criou boas chances para marcar no jogo, Bugre parou em Carné no fim, e o empate permaneceu no placar

O CSA oscilou dentro da partida contra o Guarani, apesar do empate em 0 a 0 no Brinco de Ouro da Princesa neste domingo (19), pela Série B.

O Azulão contou com momentos bons em 60 minutos, mas passou apuros nos 30 minutos finais. O goleiro Marcelo Carné salvou em pelo menos três chances e evitou o pior na estreia do técnico Alberto Valentim.

Como está o CSA na Série B?

Com este resultado, o Marujo chega a 14 pontos e cai para a 16ª colocação da Segunda Divisão. Enquanto que o Guarani continua na zona de rebaixamento, com 13 pontos, na 18ª posição.

Qual o próximo jogo do CSA?

O Azulão volta a campo na próxima quinta-feira (23), diante do Grêmio. O jogo acontecerá no estádio Rei Pelé, em Maceió-AL, às 21h30. O Bugre vai pegar o Londrina fora, no estádio do Café, às 19h da sexta-feira (24).

Blog de Cassio Zirpoli: Leia mais análises, estatísticas e curiosidades sobre o futebol nordestino

Azulão cria bastante, mas peca na conclusão

O primeiro tempo da partida mostrou o time do Mutange muito mais à vontade em campo do que o Guarani. Com mais presença no campo ofensivo, o Azulão foi mais perigoso do que o Guarani no Brinco de Ouro. A estreia do técnico Alberto Valentim mostrou um time motivado, mais solto.

O novo treinador manteve a mesma base que vinha atuando anteriormente com Mozart. Osvaldo já deu o cartão de visitas, com duas tentativas. No 1º minuto, bateu rasteiro e o goleio mandou para escanteio. O atacante foi lá também para cobrar e quase marcou um gol olímpico. Rafael Martins salvou.

Alberto Valentim, técnico do CSA
Alberto Valentim fez a sua estreia diante do Guarani. Foto: Morgana Oliveira/CSA

Aos 9, Giovanni Augusto quase empatou para o Guarani, mas Giva Santos chegou para bloquear o chute. Aos 15, Diego Renan colocou o CSA para assustar de novo, em chute de fora da área que passou perto da trave. Situação parecida em chute cruzado de Rodrigo Rodrigues, aos 18, que mandou para fora.

Mas a melhor chance da primeira etapa foi do Bugre. Aos 35, em cobrança de escanteio, Ernando apareceu livre na segunda trave e cabeceou na trave.

CSA começa bem, mas Guarani cresce e para em Carné

A segunda etapa começou de maneira semelhante. O CSA melhor em campo, com maior presença ofensiva. Aos 2 minutos, após cruzamento da esquerda, Lourenço apareceu bem na segunda trave para cabecear e a bola subiu demais, indo para fora.

O próprio camisa 20 do Azulão chegou novamente com perigo aos 8, em chute cruzado, mas novamente mandou para fora. Porém, com duas mudanças aos 12 minutos, o Guarani mudou de postura e cresceu na partida.

Lourenço, meia-atacante do CSA
CSA teve boas chegadas no campo de ataque, mas a pontaria não ajudou. Foto: Morgana Oliveira/CSA

Aos 17, Yago recebeu na entrada da área e acertou a trave do Azulão mais uma vez. Já mostrava o crescimento do Verdão na partida. Os donos da casa tinham mais volume de jogo, empurraram o CSA no seu campo e incomodaram bastante. Principalmente na reta final.

Aos 34, Giovanni Augusto finalizou com muito perigo pela linha de fundo. Aos 36, Lucão do Break cabeceou e Marcelo Carné fez uma bela defesa para salvar o Marujo. Aos 42 minutos, Carné espalmou novamente em pancada de Maxwell da entrada da área.

Apesar da pressão adversária, o CSA contou com boa atuação do seu goleiro para garantir o resultado. O time alagoano produziu para ter marcado pelo menos um gol na partida, mas os problemas na finalização persistiram novamente.

Ficha do jogo

Guarani (0)

Rafael Martins; João Victor, Ernando (Júlio César) e Leandro Castan; Diogo Matheus (Lucas Ramon), Rodrigo Andrade (Silas), Leandro Vilela, Giovanni Augusto e Matheus Pereira; Bruno José (Yago) e Lucão do Break (Maxwell). Técnico: Marcelo Chamusca.

CSA (0)

Marcelo Carné; Lucas Marques, Wellington Nascimento, Lucão e Diego Renan; Geovane (Bruno Mota), Giva Santos, Gabriel (Yann Rolim) e Lourenço (Didira); Osvaldo (Marco Túlio) e Rodrigo Rodrigues. Técnico: Alberto Valentim.

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas-SP.

Árbitro: Leonardo Willers Lorenzatto (MT).

Assistentes: Fábio Rodrigo Rubinho e Fernanda Kruger (ambos MT).

Cartões amarelos: Marcelo Chamusca (GUA); Didira (CSA).

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados