conecte-se conosco
Lucero - Fortaleza Lucero - Fortaleza

CEFortalezaSérie AÚltimas

Sem data para julgamento por Lucero, Fortaleza pede suspensão do transfer ban à FIFA

Publicados

em

Apelação do Fortaleza se baseia no fato de clube acreditar que será inocentado na Corte Arbitral do Esporte (CAE)

Já pensando no planejamento da temporada 2024, o Fortaleza solicitou junto à FIFA a suspensão do transfer ban que foi imposto após o primeiro julgamento do Caso Lucero, em ação impetrada pelo Colo-Colo contra o atacante argentino e o Tricolor do Pici.

Após apelação realizada em agosto, onde o Leão conseguiu derrubar a suspensão que tiraria o atacante Juan Martín Lucero dos gramados por quatro meses, o Fortaleza seguiu esperando o novo júri para o caso, onde o clube chileno alega que o jogador foi aliciado pelo time cearense e teria rompido o contrato para vir para o futebol brasileiro.

Entretanto, como ainda não há data marcada para que o recurso colocado pelo Tricolor do Pici seja julgado pela Corte Arbitral do Esporte, o clube solicitou a suspensão também da punição de banimento das duas próximas janelas de preferências, sob a alegação de que poderá ser inocentado pelo órgão julgador e, por isso, não poderá sofrer sanções antes de ser condenado.

Atualmente, além dos esforços do seu departamento jurídico, a diretoria do Fortaleza também contratou uma assessoria externa para se preparar visando a defesa das acusações vindas do Colo-Colo.

Portanto, agora o Leão deverá esperar a decisão da FIFA para poder mensurar se poderá ou não fazer movimentos de mercado na próxima janela de transferências, que se inicia já no dia 11 de janeiro.

Em campo, Lucero é o artilheiro do Fortaleza na temporada, com 23 gols, além de sete assistências. Vale lembrar que o jogador de 32 anos está a dois tentos de superar seu recorde pessoal, com 24 bolas na redes, que foi estabelecido em 2022, quando atuou pelo Colo-Colo.

Números, estatísticas e mais: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados