conecte-se conosco
Fortaleza vence o Santos na Vila Belmiro Fortaleza vence o Santos na Vila Belmiro

CEFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza vence na Vila Belmiro, garante novo G-10 e rebaixa o Santos pela 1ª vez

Foto: Mateus Lotif/Fortaleza EC

Publicados

em

Um jogo em duas faces. Se para o Fortaleza, a vitória por 2 x 1 na Vila Belmiro significou a quarta temporada entre os 10 primeiros na Série A nos últimos cinco anos, a derrota, em casa, decretou que o Santos irá disputar a Série B do Campeonato Brasileiro pela primeira vez.

Com a vitória, o Fortaleza termina a sua quinta temporada consecutiva na Série A com mais uma posição de primeira página de tabela. Os tricolores encerram a sua participação na elite nacional com 54 pontos e garantindo a 10ª posição. O Santos, por sua vez, termina o campeonato com 44 pontos e sendo rebaixado pela primeira vez na história.

O jogo – Santos x Fortaleza

Jogando de maneira mais tranquila após se garantir na Copa Sul-Americana na penúltima rodada, o Fortaleza entrou em campo na Vila Belmiro para controlar o Santos, que saiu com uma formação bastante ofensiva já no início da partida.

Assim, atuando de maneira mais equilibrada, o Leão do Pici dominou as ações na primeira etapa desde o minuto inicial. Controlando o jogo, os cearenses eram mais perigosos e não permitiam que o Santos chegassem com facilidade à meta de João Ricardo.

Inclusive, o Fortaleza conseguiu explorar um desespero do Santos em um momento-chave para abrir o placar. Aos 37, o time paulista se lançou ao ataque e deixou Marinho para receber uma bola antes do meio-campo e partir no contra-ataque. O atacante ficou cara a cara com João Paulo e bateu firme para decretar a lei do ex, abrir o placar e preencher as arquibancadas da Vila com o mais genuíno desespero.

Marinho comemora 1º gol do Fortaleza contra o Santos
Marinho marcou contra seu ex-clube, abrindo o placar para o Leão – Foto: Mateus Lotif/Fortaleza EC

Na volta do intervalo, o Santos adotou uma postura ainda mais ofensiva para buscar a virada diante do Fortaleza. Assim, nos primeiros 10 minutos, o Peixe conseguiu criar três boas chances, mas pararam no goleiro João Ricardo.

A pressão inicial só veio dar frutos aos 13 minutos. Após cobrança de escanteio, Messias subiu mais que a defesa do Fortaleza e cabecou firme, sem chance para o arqueiro tricolor, empatando o jogo e dando novo fôlego ao time paulista.

Com o gol, Vojvoda trouxe o time tricolor um pouco mais para o seu campo ao sacar Pochettino e Marinho para as entradas dos volantes Lucas Sasha e Pedro Augusto. Assim, com essa postura mais cautelosa, os cearenses voltaram a ditar o ritmo de jogo e evitar o volume ofensivo do Peixe.

A partir dos 30 minutos, o Fortaleza conseguiu começar a sair mais para o jogo novamente. Com o desgaste para conseguir o empate, o time do Santos acabou sentindo a parte física e dando espaços para que o Leão encaixasse contragolpes. Aos 37, Yago Pikachu cruzou nas costas da defesa alvinegra e Lucero completou, impedido, para fora.

Nos minutos finais, o Santos passou a pressionar o Fortaleza através de bolas alçadas na área. Inclusive, com direito ao goleiro João Paulo subir para o campo de ataque em busca do cabeceio que daria a virada e a salvação ao Peixe. Contudo, os cearenses resistiram bem e ainda marcaram o segundo gol aos 49, com Lucero arriscando do meio-campo. Dessa forma, o Tricolor decretou o primeiro rebaixamento da história do time do Rei Pelé, no ano de seu falecimento.

Números, estatísticas e mais sobre o futebol nordestino: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Ficha do jogo

Santos 1
João Paulo; João Basso (Jair Paula), Messias, Dodô (Lucas Lima); Lucas Braga, Rincon (Nonato), Jean Lucas (Maxi Silvera) e Gabriel Inocêncio; Soteldo, Julio Furch (Wesley Patati) e Marcos Leonardo. Técnico: Marcelo Fernandes.

Fortaleza 2
João Ricardo; Tinga, Marcelo Benevenuto, Titi e Bruno Pacheco; Zé Welison (Lucas Crispim), Pochettino (Lucas Sasha) e Calebe (Yago Pikachu); Marinho (Pedro Augusto), Guilherme (Machuca) e Lucero. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Local: Vila Belmiro
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Bruno Boschilia (FIFA-PR) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (FIFA-RN)
Gols: Marinho aos 37/1ºT (Fortaleza), Messias aos 12/2ºT (Santos) e Lucero aos 49/2ºT (Fortaleza)
Cartões amarelos: Dodô e Gabriel Inocêncio (Santos); José Welison, Pochettino e Yago Pikachu (Fortaleza)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados