conecte-se conosco

PESportÚltimas

MP investiga Sport após conselheiro reproduzir fala homofóbica contra o ex-BBB Gil

Episódio ocorreu na última sexta; clube tem homenageado Gilberto

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

O Ministério Público de Pernambucano (MPPE) iniciou, nesta segunda-feira, um procedimento investigativo em relação às ações realizadas pelo Sport no combate à LGBTfobia. Na última sexta-feira, um conselheiro do clube, Flávio Koury, reproduziu falas homofóbicas contra o ex-BBB Gilberto, o Gil do Vigor, que é declaradamente torcedor rubro-negro e visitou as instalações da Ilha do Retiro na semana passada.

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Sport
LEIA: Trio de Ferro do Recife se une em mobilização contra a homofobia

“A 8ª Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos da Capital instaurou procedimento, nesta segunda-feira (17), para investigar as ações realizadas pelo Sport Futebol Club no sentido de coibir a prática de Lgbtfobia”, disse o MPPE em trecho nota.

Ainda de acordo com o comunicado do órgão, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) também será investigada sobre práticas para garantir direitos à dignidade e à igualdade da população LGBT, e no dia 7 de junho haverá uma audiência sobre o caso – confira a nota na íntegra ao fim da matéria.

O caso

As falas de Flávio Koury vieram à tona em áudios que circularam na última sexta-feira nas redes sociais, o que gerou várias repercussões. Rapidamente, torcedores do Sport lançaram uma campanha pedindo a extinção do conselheiro do quadro do Deliberativo, algo que não foi descartado pelo presidente do órgão, Pedro Lacerda.

Além disso, em nota oficial, o clube prometeu providências sobre o ocorrido. Fora os poderes do Sport, quem também se manifestou foi o capitão, Patric, que publicou vídeo em apoio a Gil do Vigor.

E, mais recentemente, no clássico contra o Náutico, o Sport utilizou as cores da bandeira LGBT na braçadeira de capitão, em apoio à luta, além do nome ‘Do Vigor’, apelido de Gil, nas camisas de todos os jogadores no clássico. Na celebração do gol do Leão, inclusive, os jogadores comemoraram com a dança ‘tchaki-tchaki’, característica de Gilberto.

Até o expediente da manhã desta segunda, a secretaria do Conselho Deliberativo do Sport não havia recebido nenhuma denúncia formal contra o integrante Flávio Koury, de acordo com Pedro Lacerda.

Nota na íntegra do MPPE

A 8ª Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos da Capital instaurou procedimento de ofício nº 02006.000.011/2021, nesta segunda-feira (17), para investigar as ações realizadas pelo Sport Futebol Club no sentido de coibir a prática de Lgbtfobia.

Foi designada audiência eletrônica a ser realizada em 07 de junho de 2021, às 9h, para tratar da garantia de direitos à dignidade e à igualdade da população LGBT e o combate à lgbtfobia pelo Sport Club do Recife e Federação Pernambucana de Futebol.

A Portaria da 8ª Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos da Capital já foi encaminhada para publicação no Diário Oficial Eletrônico do MPPE, provavelmente, no de amanhã (18).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending